sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Shalom amigos!

Não poderia deixar de anunciar a descoberta do escrito hebraico mais antigo do mundo! Ele foi descoberto nesta quinta-feira por arqueólogos da Hebrew University durante escavações no vale de Elah, onde David derrotou Golias. O escrito ainda está sendo traduzido, mas testes já indicam que o mesmo possui 3000 anos de idade, ou seja, 1000 anos mais antigos do que os textos do Mar Morto. O arqueólogo chefe da pesquisa, Yosef Garfinkel, acredita que o pedaço de barro onde o texto foi encontrado era parte de registros sobre o reinado de Davi em Jerusalém, e vários outros artefatos encontrados comprovam a opinião do professor Garfinkel. Mais uma vez, vemos a arqueologia comprovando os relatos bíblicos e atestando a soberania judaica sobre Israel e sobre Jerusalém. Como escrevi para vocês em um artigo anterior, este tipo de descoberta se tornará comum a partir de agora. Deus está restaurando o legado perdido entre Israel e o povo Judeu. Mais provas serão encontradas, para o desespero dos anti-semitas e dos que crêem que os judeus não possuem vínculo algum com a terra de Israel. Estes são dias incríveis!

Professor Yosef Garfinkel exibe o texto hebraico mais antigo já encontrado: 1000 a.C.


Um abençoado Shabat Shalom para você e sua família,

MZandona