segunda-feira, 13 de abril de 2009

Estamos na semana de Pessach e Israel está em espírito festivo. O que muitos israelenses fazem durante os feriados é viajar e ter contato com a natureza fazendo um grande piquenique, churrasco e muita comida, relaxando e vislumbrando as flores do campo que cobrem os montes deste país. Nosso sêder de Páscoa foi um dos melhores que já fizemos em nossa congregação. Limitamos o número de pessoas que participariam de nosso Sêder para 60, mas acabamos tendo 75 pessoas, a grande maioria membros de nossa congregação. Ainda assim, este número foi o menor que já tivemos em muitos anos. No ano passado tivemos mais de 100 pessoas. Neste ano também não cobramos nada das pessoas que participaram, mas exigimos que todos com menos de 75 anos de idade trabalhassem pelo menos 5 horas limpando, cozinhando e preparando nossa congregação para Páscoa. Assim, nosso prédio este ano ficou completamente limpo, sem um grão sequer de fermento. A comida estava deliciosa! Cozinhamos salmão e cordeiro com vegetais. Tudo estava tão bom que não sobrou quase nada!

O mais interessante sobre Pêssach e outras festas bíblicas é que elas são festas que lidam com a natureza, com a história, com a família, com renovo espiritual, com limpar as nossas vidas e voltarmos para as coisas mais básicas, mas importantes. Então, Páscoa é além de uma festa da Primavera (no hemisfério norte), uma celebração do Êxodo dos filhos de Israel do Egito, uma festa histórica da família onde limpamos nossas vidas do fermento da malícia e nos enchemos de pureza e bondade. Ou seja, quando você celebra Pêssach você está essencialmente guardando o mandamento de Paulo a Igreja em Corinto: “Alimpai-vos, pois, do fermento velho, para que sejais uma nova massa, assim como estais sem fermento. Porque Cristo, nossa páscoa, foi sacrificado por nós. Por isso, celebremos a festa, não com o fermento velho, nem com o fermento da maldade e da malícia, mas com os ázimos da sinceridade e da verdade.” (I Co 5:7-8). Notem que o verso 8 é, na verdade, uma ordem, um verbo no imperativo: “…celebremos pois a Festa”!

No Egito, as autoridades prenderam dezenas de terroristas do Hezbolah (financiado pelo Irã e liderado por Nasserallah, uma espécie de xeique carismático que capturou Beirute e que agora dita as regras para o governo Libanês). Esta captura de terroristas é de grande importância pois o Egito é uma nação árabe e também muçulmana, e esses terroristas estavam planejando fazer duas coisas. Primeiro, eles planejavam o contrabando de armas e foguetes à região de Gaza, para os militantes do Hamás. Segundo, eles planejavam desestabilizar o governo do presidente egípcio Mubarak, espalhando o terror e ajudando outras irmandades muçulmanas. Oro e peço que você também ore pelo governo egípcio e pelo presidente Husseni Mubarak para ter coragem e perseverança para lidar com estes terroristas do Iran e do Hizbolá, mostrando às nações árabes o extremismo islâmico representa perigo também à causa árabe ao redor do mundo.

Também oro pelo governo de Israel e pelo sistema de segurança de nosso país, para que possam descobrir planos terroristas antes que eles aconteçam. Na semana passada um carro com muitos quilos de explosivos foi encontrado minutos antes de explodir próximo a um shopping center no centro de Haifa. A bomba foi desativada e ninguém se feriu… um verdadeiro milagre! Se esta bomba explodisse, o espírito de Pêssach teria sido bem diferente, e centenas de famílias teriam que lidar com a morte e a desgraça. Então, precisamos orar por esta situação e contra as atividades terroristas. O Deus que nos livrou da escravidão no Egito também é capaz de nos livrar desta onde mundial de ataques terroristas.

Aqui está a lista de pessoas que precisam diariamente de oração: Em Israel – oremos por dois bebês que nasceram na semana passada agraciando a família Stern. Abençoamos a família Stern e oramos por sucesso e prosperidade da parte do Senhor por estas novas vidas. Acabo de ouvir que uma tempestade terrível atingiu a cidade de Murfreesboro, no Tennessee. Oramos para que os cidadãos de Murfreesboro e por nossos irmãos e irmãs de lá.

Os enfermos e doentes por quem temos orado nos deram boas notícias, e temos que continuar nossas orações por eles. Nos EUA, orem por Kathy Porth, de Denver. Kathy tem suspeita de ter câncer, e uma biópsia veio negativa, mas os médicos sentem que ela vai precisar de outra biópsia. Oramos para que esta segunda biópsia também dê negativo, e para que as bênçãos do Eterno venha sobre esta família. Continuamos a orar por Ruby e Liz, lembrando que a irmã de Liz já está se recuperando do que era considerado um câncer incurável! Por favor, continuem a orar por minha filha Danah e minha neta Noam. Eles precisam muito da graça do Eterno em todo momento de suas vidas. Também oramos pelo Paulo, um jovem muito simpático do Brasil que precisa de cura e da mão misericordiosa do Eterno.

Em Israel, continuamos nossas orações por aqueles com doenças crônicas: Tzvi e Sara, Ahuva, Liora, Lea e especialmente pela Ilana, que tem problemas em seus ouvidos. Ela foi diagnosticada com tinitus, uma doença do ouvido interno que não lhe dá descanso sem a utilização de pesados medicamentos. Ilana é uma guerreira de oração e um poderoso exemplo de fidelidade em nossa congregação. Continuem também a oração por Miriam, Sarit e Márcia, minha esposa. Também oramos por um jovem chamado Samuel, da cidade de Tiberíades. Samuel tem câncer e os irmãos de Israel o ajudam muito. Ergam este precioso jovem em oração!
Enquanto o mundo todo economiza, nós do Netivyah queremos fazer mais e não menos do que temos feito em termos de atividades e eficiência de nosso serviço de ajuda social, sem no entanto, aumentar nossas despesas. Precisamos da ajuda de Deus para realizarmos esta façanha, e acima de tudo da inspiração do Espírito Santo de Deus para nos motivar a sermos mais dedicados, mais sinceros e mais fiéis ao nosso chamado. Isto não é tão simples, uma vez que nossa equipe já é dedicada, sincera e muito fiel. Aprendi que, no reino de Deus, uma árvore que já dá muitos frutos não diminui sua produção, mas sim aumenta ainda mais! Quero ver nosso ministério se tornar uma organização ainda mais eficiente, fazendo mais com menos, e por isso precisamos muito das vossas orações e vossas bênçãos.

A cidade de Tel-Aviv completa nesta semana 100 anos de fundação, e peço a todos que orem por esta grande cidade e por nossos irmãos e irmãs de lá. Tel-Aviv é a metrópole de Israel e surgiu das dunas do Mediterrâneo. Em 100 anos esta cidade se tornou um exemplo de muitas coisas boas, bem como um exemplo de grandes coisas relacionadas a restauração do povo Judeu de volta à sua terra natal.

Muito obrigado por todas as orações em prol da Paz de Jerusalém e pela salvação de Israel e do povo judeu, bem como pela salvação dos povos árabes nesta região deste mundo de Deus. Agradecemos muito por toda a ajuda recebida de vocês!

Shalom a todos,

Joseph Shulam