terça-feira, 13 de março de 2012

Lista de Oração de Jerusalém, 8 de março, 2012.

Por Joseph Shulam

Hoje é Purim em Israel. É um festival ordenado através do livro de Ester, como está escrito: “Mas os judeus que estavam em Susã reuniram-se no décimo terceiro dia, bem como no décimo quarto e no décimo quinto dia do mês em que descansaram, e fizeram deste um dia de festa e alegria” (Ester 9:18). Este feriado bíblico é um dos mais estranhos de todos os feriados bíblicos porque comemoram a vitória do povo judeu no império persa (iraniano) sobre os seus inimigos, aqueles que queriam aniquilá-los só porque eles eram judeus. As conexões históricas nesta história são incríveis. Hamã, o primeiro-ministro da Pérsia, o Irã, era um descendente direto de Agague o rei amalequita o qual o rei Saul poupou. O evento de que eu estou falando está em 1 Samuel capítulo 15. Por causa de sua ação o rei Saul perdeu seu reino e ele foi dado por Samuel a Daví. Séculos mais tarde, se encontra um descendente de Agague na Pérsia como primeiro-ministro do império do rei Assuero (Xerxes). O ódio de Hamã pelos judeus era a principal motivação para o uso de seu poder. O livro de Ester não menciona Deus no texto, mas quando o lemos, é evidente que há um poder direto por trás de cada evento registrado. Cada detalhe está ligado ao pormenor anterior e influencia os eventos na continuação da história. Cada ação de qualquer dos personagens conduz aos resultados que se seguem e no final, quando tudo parece sem esperança e perdido e os judeus estão prestes a serem exterminados em todo o Império Persa, o jogo vira, os judeus são salvos, e os seus inimigos caem. Hamã e toda a sua família são enforcados na mesma forca que ele havia preparado para Mordecai, o judeu. Claro que a heroína da história é a rainha Ester, ou em seu nome hebraico, Hadassah. É uma parte interessante da história que Ester (seu nome persa) estava escondendo sua identidade judaica e vivendo no palácio como uma das concubinas persas do rei Assuero. Sua identidade escondida, ela se tornou a rainha mais querida do rei. Hamã não sabia que dentro do palácio e no quarto do rei havia uma donzela judia escondida. Somente quando chegou a hora decisiva, pouco antes do momento em que os judeus deveriam ser exterminados em todo o império, Ester concorda em expor sua origem e pedir ao rei o cancelamento do decreto real contra os judeus. Então, o que podemos aprender com a história de Ester e Mordecai o judeu em relação aos dias de hoje e a nossa situação como discípulos de Yeshua, judeus e gentios? Aqui estão alguns pontos interessantes para meditar a respeito:

1. Às vezes Deus permite que as ameaças cheguem quase até o fim antes que Ele intervém e salva o dia. Seu senso de oportunidade é muito diferente do nosso e até mesmo no último minuto, quando tudo parece estar totalmente perdido, nunca é tarde demais para Deus intervir e salvar o dia. Então, não desista e não pare de orar e não perca a esperança, mesmo nas circunstâncias mais improváveis, mesmo se você enfrentar o mar na frente e o inimigo se aproximando atrás de você com uma força poderosa, Deus ainda é soberano e em um minuto pode reverter o curso da história e salvá-lo de sua situação.

2. As ferramentas e os meios que Deus tem nas mãos são intermináveis e inexplicáveis. Quando Deus promete, Suas promessas se tornarão realidade, embora nenhum de nós saiba como e quando, porque temos tudo desenhado em linhas gerais e os detalhes são conhecidos apenas pelo Pai. O que geralmente acontece é que nos esforçamos e sofremos e estressamos para descobrir o como e o quando, mas no final os planos e promessas de Deus são os únicos que se tornarão uma realidade.

3. Fazer sempre as coisas certas tem uma recompensa no final. Mordecai o judeu fez uma boa ação ao rei e estava escrito nos livros do Rei, e depois de muito tempo ele foi bem recompensado pela boa ação que ele praticara para com o rei. Muitas vezes queremos ver os frutos de imediato, e queremos ter reconhecimento e honra e recompensa pelas poucas boas ações que praticamos agora. É sempre aconselhável saber que Deus é um justo recompensador de todos aqueles que O buscam diligentemente. Fazer o que é certo é sempre justo e bom, e permitir que Deus guarde os livros é a única maneira de ter certeza que sempre receberemos a bênção do Todo- Poderoso.

Eu oro para que todos nós sejamos capazes de aprender essas três lições simples do livro de Ester e aplicá-las em nossas vidas. Há outra lição mais complicada a ser aprendida no livro de Ester, e é que, às vezes, nossas atitudes parecem erradas e injustas e até mesmo desonestas, como Mordecai que ensinou Ester esconder sua identidade como uma judia, e a enviou ao palácio do rei para se tornar uma concubina de um rei pagão. Todos na comunidade judaica de Susã provavelmente criticaram Mordecai e Ester por fazerem essas coisas, mas Deus usou essas áreas cinzentas e transformou-as em bênção. Então, devemos ser lentos para julgar os atos dos outros e condenar as pessoas antes de ver o fim das suas obras. Somos muito rápidos para julgar os atos dos outros, especialmente quando não sabemos o que está acontecendo nos bastidores. Deus no livro de Ester está trabalhando nos bastidores e nós na verdade estamos assistindo da sacada. Isso é tão verdadeiro quando se trata do que realmente está acontecendo agora em todo o Oriente Médio. Nós não sabemos, de fato, qual é a parte de Deus em todos os eventos horríveis nos países árabes.

Eu gostaria também que todos vocês orassem pelos irmãos no Oriente Médio, em Israel e nos países árabes, que parecem ter se tornado um pouco confusos quanto à importância de toda a Bíblia como a Palavra de Deus com autoridade, não só para o passado, mas também para o futuro. A única esperança que temos como judeus, cristãos, árabes e como discípulos messiânicos de Yeshua, é permanecer nas promessas de Deus. Se não firmarmos nas promessas de Deus a nossa fé será vã e inútil, porque não teremos futuro, apenas um passado, e não um passado tão glorioso.

Na segunda-feira passei por uma cirurgia e um pequeno carcinoma foi removido da minha orelha direita. Foi uma coisa simples, e eu já estava em casa no período da tarde. É doloroso, mas suportável e hoje já estou no escritório e me preparando para a festa de Purim que será realizada hoje na congregação. As nossas festas de Purim são sempre muito animadas e divertidas, e também sempre tem alguns bons jogos para as crianças, e um pouco de ensino para todos. Por favor, inclua-me em suas orações pelos enfermos.

Continuamos a pedir-lhes que orem pelo nosso projeto de construção. Estamos agora no processo de planejamento do interior do edifício e da real sinagoga. Eu não sei a quantidade exata de contribuições que recebemos para a construção, mas sei que estamos muito longe de alcançar até mesmo um quarto do que precisamos. Por favor, continuem a orar pelo fundo de construção. Falem com a liderança de sua congregação e peça-lhes que orem pela primeira sinagoga dos discípulos de Yeshua em Jerusalém. Se você ou seus líderes e anciãos de sua congregação estiverem interessados em mais informações, por favor, escreva-nos e teremos todo o prazer em lhes enviar as informações. Muito em breve teremos uma rápida apresentação gráfica do edifício e do interior em nosso site. Estamos trabalhando para que ela fique pronta o mais rápido possível. Você pode contribuir através do nosso site usando o PayPal. Você vai encontrar o botão para PayPal em nosso site: www.netivyah.org

Ore pelos enfermos e necessitados: Zvi, nosso querido irmão mais velho vai se submeter a uma cirurgia no olho, no domingo. Ele está muito preocupado por causa de sua idade (perto de 90 anos). Por favor, apresente-o diante do trono de misericórdia de Deus. Sara esposa de Zvi, precisa de oração contínua por sua saúde. Ahuva, Ilana, Leah, e Sarit, todas têm bem mais de 75 anos de idade e precisam de oração por sua saúde. A mãe de Ruby tem mais de 100 anos de idade e Ruby tem tido que cuidar de sua mãe, mesmo quando ela própria está precisando de cura e da graça do Senhor. Paulo continua a melhorar, mas ainda está longe de estar bem de saúde. Oremos por Satu-Maria, e Tim Tucker, e Anna-Majia, na Finlândia. Continuemos a orar por nossos queridos irmãos Ishiida e Sadako, no Japão.

Peço-lhes que orem por meus sogros, os Saunders e sua saúde. Orem por Márcia minha esposa, Danah minha filha, Noaam, e por Barry, meu filho. Minha família precisa da mão misericordiosa do Deus Todo-Poderoso, tanto em matéria de saúde como em outros assuntos que o toque de Deus traga bênçãos e cura e segurança nas coisas espirituais e materiais.

Eu gostaria de ir aos Estados Unidos em meados de julho e ficar até o meio de agosto e trabalhar principalmente arrecadando fundos para a construção. Uma forma eficaz para alguns é fazer banquetes especiais para apresentar o que Deus está fazendo e o que pode ser feito para a salvação de Israel e para que Israel seja bênção para todas as nações do mundo, e especialmente para o Oriente Médio. Por favor, orem por isso. Se você tiver alguma idéia ou sugestão que sejam práticos e se estiver disposto a contribuir para esse projeto, por favor, escreva-me e ore pelo Netivyah.

Na semana passada escrevi sobre o Museu dos judeus marranos vítimas da inquisição católica. Se você quiser doar para a construção do primeiro museu deste tipo em todas as Américas, por favor, acesse o site da ABRADJIN (www.anussim.org.br) . Este museu é importante porque chama a atenção das pessoas para o sofrimento de centenas de milhares de judeus sob a sombra da cruz e da igreja católica e tudo em nome do cristianismo. Para fazer uma correção dessa história errada e horrível é necessário chamar a atenção da geração mais jovem. Esta é a única maneira de assegurarmos que isso não vai acontecer novamente, e é também a única maneira que podemos abrir as portas de Israel para a restauração desses judeus perdidos e ocultos de volta à sua verdadeira identidade e fé.

A batalha pela nossa fé é uma guerra real e estamos na linha de frente aqui em Israel. Precisamos de suas orações e seu apoio. Precisamos que você se posicione conosco como seus irmãos no Messias e como o povo do livro. Precisamos de suas orações e apoio como a vanguarda de chegar a todo o Oriente Médio e ser uma voz de sanidade nesta situação totalmente insana do Oriente Médio. Precisamos de você para orar conosco e por nós e permanecer na Palavra de Deus e confiar em Suas promessas. Agora, como no livro de Ester, Deus pode estar invisível, mas acredite, Ele está lá trabalhando e agindo e se preparando para Se revelar ao mundo através da descendência de Jacó, Yeshua, nosso Salvador e Rei.

Bênçãos – depois de Purim, começamos a nos preparar para a Páscoa, e espero que vocês também estejam com os seus corações preparados para se livrar de todo o fermento velho.

Obrigado por suas orações e seu amor,

Joseph Shulam