sábado, 29 de outubro de 2016

Lista de Oração desde Jerusalém – 27 de outubro de 2016

Por Joseph Shulam – Thousand Oaks, Califórnia
              Neste próximo Shabat, todas as sinagogas do mundo começarão a ler a Torá de Gênesis 1:1, elas lerão a história da criação. Em alguns meios cristãos, a história da criação está sob ataque. Ela não é considerada “histórica” – mas sim um poema épico antigo que não deve ser avaliado de forma literal. Uma das razões para alguns estudiosos terem essa opinião é que existem dois poemas épicos bem antigos, que precedem Moisés e todos dois contêm narrativas da criação. Eu gostaria de compartilhar uma breve comparação entre o texto de Gênesis com o texto de Enuma Elish – uma narrativa babilônica da estória da criação – e de expor a minha análise:
             
Enuma Elish
Gênesis
O Espírito Divino e a matéria cósmica são coexistentes e coeternos
O Divino criou a matéria cósmica e existe independentemente da mesma
Caos primitivo; Ti’amat (deusa do abismo) envolta em trevas
A terra é um lixo desolado, com trevas cobrindo o profundo abismo (tĕhōm)
Luz emanando dos deuses
Luz é criada
Criação do firmamento
Criação do firmamento
Criação da terra seca
Criação da terra seca
Criação dos luminares
Criação dos luminares
Criação do homem
Criação do homem
Os deuses descansam e celebram
Deus descansa e santifica o sétimo dia
               
              Primeiro, vemos claramente as similaridades entre esses dois textos. Segundo, também vemos as diferenças. No relato de Gênesis, vemos que existe UM Espírito Divino Criador. Por causa das semelhanças, temos pelo menos três explicações possíveis:
1.       O texto de Gênesis é dependente (foi baseado ou aprendido) do Enuma Elish (a história babilônica da criação).
2.       O texto da Enuma Elish e o texto de Gênesis são dependentes de um terceiro texto que desconhecemos. Ambas as histórias são dependentes de uma fonte comum, que não existe mais hoje.
3.       Cada um desenvolveu a narrativa da criação pela observação e pela análise, independentemente.
Neste quebra-cabeça, todas as possibilidades estão abertas. A parte mais significativa destes textos é que ambos consideram que os luminares, o Sol, a Lua e as Estrelas, não foram criados no estágio inicial, mas primeiro havia uma luz de Deus em Gênesis e dos deuses em Enuma Elish. Em outras palavras, existe informação aqui que está fora do âmbito da observância natural. Há um elemento que está além do conhecimento comum e um entendimento que fala de uma fonte indefinida de luz que é divina – seja de UM Deus ou de vários deuses do mundo idólatra.
Agora, vamos lembrar que no livro de Gênesis não havia ídolos e nenhuma nação existia e até o capítulo 11, todos os seres humanos falavam a mesma língua. Entre as nações (הגויים) precisa haver uma memória latente e uma informação que é passada como um épico da criação que preserva elementos antigos e reinterpreta esses elementos à luz de sua circunstância atual – que é idólatra.
O que temos aqui, em minha opinião, é informação colaborativa e uma memória histórica antiga transmitida no contexto pagão das nações e reinterpretada no contexto idólatra de sua história. O que temos em Gênesis não é parte da memória histórica antiga porque Israel não era uma nação e não existia antes da Torre de Babel. Abraão é chamado pelo Deus Todo-Poderoso no capítulo 12 após a queda da Torre de Babel e o estabelecimento das nações. Por isso a história de Gênesis é uma revelação divina e não um poema épico baseado em uma cópia de um épico babilônico ou em uma antiga Epopeia de Gilgamesh que também possui elementos comuns da memória histórica. A diferença mais significativa é que o Divino é independente de Sua criação. Ele criou o mundo e tudo o que nele há e Ele ainda está fora da criação e acima dela. Na visão pagã, os deuses são parte da criação e parte da matéria e coexistem com a criação. A diferença é da maior importância, pois temos uma criação maravilhosa que o Deus Todo-Poderoso fez para nós seres humanos e Ele está acima e além da criação física.
Eu me lembro das palavras do apóstolo Paulo que na verdade diz tudo: “Porque do céu se manifesta a ira de Deus sobre toda a impiedade e injustiça dos homens, que detêm a verdade em injustiça. Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder, como a sua divindade, se entendem, e claramente se vêem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis; porquanto, tendo conhecido a Deus, não o glorificaram como Deus, nem lhe deram graças, antes em seus discursos se desvaneceram, e o seu coração insensato se obscureceu. Dizendo-se sábios, tornaram-se loucos. E mudaram a glória do Deus incorruptível em semelhança da imagem de homem corruptível, e de aves, e de quadrúpedes, e de répteis.” Romanos 1:18-23.
Com as eleições americanas se aproximando, e gostaria de encorajar todas as pessoas ao redor do mundo que estão lendo esta lista de oração a colocar seus joelhos no chão e orar pelos Estados Unidos e pelo mundo em que vivemos agora. Existem muitas questões pelas quais devemos orar:
1.       Existe uma nova guerra fria ganhando forma entre a Rússia e o Ocidente – a Síria está sendo o palco onde essa guerra fria pode se tornar numa guerra quente num piscar de olhos. Os russos estão mostrando suas novas armas, onde um foguete poderia destruir uma área do tamanho do Texas. Há um barulho de espada e movimento de força perto da fronteira Leste Europeia com a Rússia. Todos essas são questões de preocupação – não de medo – mas de preocupação, pois como filhos de Deus estamos preocupados com as questões de Deus e de seus filhos em todo o mundo.
2.       As eleições nos Estados Unidos, não importa quem vença, irão afetar todo o mundo e também trará mudanças nas nossas vidas. O que eu oro é simples: MARANATA! Venha sem demora, Senhor!
3.       Ore por Israel. Nossa fronteira no sul está esquentando novamente com Gaza e nossa fronteira com o Egito tendo incidentes e disparando foguetes quase que diariamente. Posicione-se contra as decisões falsas e do mal que estão sendo forçadas pelos países árabes/muçulmanos contra Israel na ONU e na UNESCO. Temos acesso ao Deus Todo-Poderoso quando oramos no nome de Yeshua e nossas orações são importantes e têm o poder, como a oração de Daniel, de mudar o caminho da história futura.
Continue orando pela minha família. Ore pela Marcia, Barry, Beth, Joey, Danah e Noam e por mim também. Eu preciso de força e cura de Deus para o meu próprio corpo. Marcia ainda está com seus pais no Tenesse e ela precisa de uma oração especial pela sua saúde.
Ore pelo Yuda e pelo Reuven, os dois estão prestando serviço como reservistas no exército de Israel agora. Ore pela proteção e segurança deles.
Ore pelos mais de 200 irmãos e irmãs chineses que foram batizados pelo Yuda no rio Jordão e também pelos 7 canadenses batizados pelo Yuda. Eu oro para que o Senhor abençoe estes queridos irmãos e irmãs e dê a cada um deles uma porção dobrada do Seu Espírito, para guiá-los e usá-los para trazer glória ao Seu nome e frutos para o Seu Reino.
Ore pelo Netyviah. Nossos cultos estão cheios toda semana e pessoas estão ficando em pé porque não há assentos suficientes na sinagoga. Nós somos gratos pelos visitantes de todas as partes do mundo, mas precisamos de suas orações porque necessitamos de crescimento dos irmãos e irmãs locais. Pedimos oração pelas jovens famílias da nossa congregação – elas são maravilhosas, mas cada uma delas tem seus desafios e necessidades e sua oração por elas com certeza será uma bênção!
Ore pelo fundo de bolsas estudantis que oferecemos aos discípulos de Yeshua. Nós disponibilizamos bolsas para 19 estudantes em Jerusalém e mais alguns estudantes na Galileia. Essas bolsas são de 200 dólares por mês por aluno e cobrem os custos da mensalidade na universidade. É uma grande ajuda e estamos fazendo isso para encorajar discípulos de Yeshua a estudar e a construir o futuro do corpo do Messias em Israel, com homens e mulheres de Deus bem equipados e com bons empregos e profissões honrosas. Precisamos da sua ajuda e suas orações para esse projeto que tem mais de 20 anos. Temos estudantes que receberam essa bolsa de estudo e agora são advogados, enfermeiras, acadêmicos e até eletricistas e encanadores.
Continue orando pelo Hamotzi – nosso programa de distribuição de alimentos. Está crescendo e esperamos ter mais 150 famílias necessitadas cadastradas antes de 1 de janeiro de 2017. Para aqueles que não sabem hebraico, Hamotzi é a oração que fazemos antes de comermos pão nas refeições. Este é o novo nome dado ao antigo Sopão pelo Yuda e por aqueles que estão trabalhando no programa.
Que Deus abençoe as vida desde Sião e abençoe sua entrada e sua saída e tudo o que você faz pelo Reino! Lembre-se de Gênesis 1:1 – Deus criou os céus e a terra – este planeta azul tem um Mestre que o faz girar e florescer sua beleza e que ama seus filhos, cada um deles!

Joseph Shulam