quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Bombeiros continuam lutando contra as chamas em Zikhron, grande Jerusalém e Nahariya

         O fogo que começou na terça-feira em Zikhron Yaakov reacendeu nesta quarta-feira pela manhã devido a fortes ventos, com as chamas se espalhando pela grande Jerusalém e por Nahariya e os níveis de poluição do ar aumentando nas áreas afetadas.

            Cerca de 50 times de bombeiros – tanto civis quanto militares – estavam em Zikhron Yaakov batalhando as chamas com a ajuda de quatro aviões dos bombeiros, enquanto equipes adicionais chegavam de distritos vizinhos. Os fortes ventos e as difíceis condições topográficas tornaram os esforços mais difíceis.

            Os bombeiros tentaram apagar o fogo durante a noite, mas por volta das 3 da manhã os ventos começaram a se intensificar, espalhando as chamas onde o fogo já havia sido controlado. O fogo também se espalho para novas áreas.

Carro destruído pelo fogo em Zikhron.


            A polícia bloqueou a entrada de três regiões que haviam sido evacuadas na terça, permitindo a entrada apenas de forças dos bombeiros, dizendo que os residentes poderiam voltar para suas casas apenas na sexta-feira.

            “A previsão é de que a volta dos moradores não será possível nos próximos dias devido a fortes ventos e a possibilidade de perigo mortal”, afirmaram as autoridades após uma avaliação da situação feita pelo Corpo de Bombeiros e pela prefeitura.
           
            Alguns residentes voltaram para suas casas na terça, apesar de não terem recebido permissão para tal e tiveram que ser evacuados mais uma vez.

Fogo em Zikhron.

           
            O Ministério de Proteção Ambiental notou que altos níveis de poluição foram registrados na cidade e recomendou aos moradores que não haviam sido removidos a permanecerem em suas casas e vedar toda e qualquer entrada de ar.


Negligência é a causa suspeita do fogo na área da grande Jerusalém

            Um fogo iniciou perto do assentamento de Nataf, nas montanhas de Jerusalém na quarta-feira de manhã. Vinte e cinco equipes de bombeiros foram enviadas ao local junto com quatro aviões dos bombeiros, enquanto o vento espalhava as chamas em direção ao assentamento. Os moradores cujas casas ficavam perto da região do incêndio foram evacuados. Duas casas queimaram por completo, enquanto muitas outras sofreram danos pelas chamas.

Casa totalmente incendiada em Nataf.

            A polícia prendeu quatro homens que trabalhavam na estrada perto de Nataf, suspeitos de terem acendido uma fogueira que teria saído do controle e começado o fogo.

            Também na quarta de manhã, três equipes de bombeiros combatiam um incêndio no lado leste de Nehariyah. Moradores foram orientados a permanecerem em suas casas e vedar as entradas de ar devido à grande quantidade de fumaça na região.
            Além disso, um incêndio florestal começou na quarta pela manhã em Shefar’am, com cinco pelotões de bombeiros combatendo o fogo.

            Enquanto isso, um fogo que se alastrou perto de Kisra-Sumei, no oeste da Galileia, e havia sido controlado, recomeçou na quarta-feira de manhã. Quatro equipes de bombeiros estavam no local lutando contra as chamas.

            Durante a noite, cinco esquipes de bombeiros combateram o fogo entre as vilas de Yarka e Jat, no nordeste de Acre, no norte de Israel. O fogo queimou até o início da manhã.

Lutando contra as chamas durante a noite

            Na terça-feira à noite, famílias foram evacuadas do assentamento de Dolev no Conselho Regional de Binyamin, na Cisjordânia devido a um fogo que estava próximo de suas casas.
           
            O fogo começou a diminuir por volta das 22:30h e os bombeiros conseguiram controlar as chamas, mas uma hora e meia depois os ventos mudaram de direção e atingiram uma velocidade de 44 km/h, espalhando as chamas e reacendendo o fogo.

            Durante a noite, mais de 60 times de bombeiros combateram as chamas, que chegaram a 20 metros de altura em três diferentes áreas do assentamento. Botijões de gás pegaram fogo e explodiram.

            Na quarta-feira pela manhã, cinco esquipes de bombeiros ainda permaneciam no local apagando o fogo com a ajuda de caminhões tanque e quatro aviões.

Aviões combatendo os incêndios.


            Duas pessoas foram levadas para o hospital em condições leves após sofrerem inalação de fumaça, enquanto as chamas causaram estragos em várias estruturas e caravanas.
           
            As autoridades mediram altos níveis de poluição na área causados pelos incêndios e recomendaram àqueles que sofrem de doenças respiratórias, cardiovasculares, síndromes metabólicas e idosos que evacuassem a área.

            Os moradores ainda não foram liberados para retornarem às suas casas.

            Enquanto isso, as equipes de bombeiros de Kiryat Gat e de Ashkelon trabalharam para combater um grande incêndio florestal entre Kiryat Gat e Lanchish, perto da rota 35. Eles conseguiram ganhar controle parcial do fogo.

            A dra. Levana Kordova-Biezuner, diretor científico do sistema nacional de monitoração do ar no Ministério de Proteção Ambiental, explicou que “a concentração de névoa está aumentando devido aos incêndios. Na terça-feira, medimos altas concentrações dentro das casas e decidimos evacuar 40 famílias de Revadim, cujas casas estavam perto do fogo”.

            O Ministro de Segurança Pública, Gilad Erdan, estipulou que os múltiplos incêndios podem ter sido causados propositalmente. “Está parecendo, devido aos vários focos de incêndio, que os fogos podem ter sido causados. A Polícia e o Corpo de Bombeiros investigarão”, escreveu ele em seu Twitter. “Eu peço à população que permaneçam vigilantes e denunciem qualquer caso suspeito de incêndio criminoso e qualquer chama à polícia e Corpo de Bombeiros, principalmente nos próximos dias, devido ao tempo seco.“

            Erdan disse na quarta-feira que Israel está examinando a possibilidade de pedir à Grécia e à Croácia, com quem possue um acordo de cooperação mútua, para enviar aviões de bombeiros para ajudar a combater as chamas.

Bombeiros descansando em Zikhron após trabalharem a noite toda combatendo as chamas.


            Na terça-feira à noite, os bombeiros estavam combatendo as chamas no Kibutz Revadim, no sul de Israel, quando mais de 40 famílias tiveram que ser evacuadas de suas casas após o fogo ter aumentado os níveis de poluição do ar na região. Os bombeiros então controlaram as chamas e estão trabalhando para apagar o fogo por completo.

            Em Zikhron Yaakov, ela explicou, “as partículas de fogo são muito perigosas, porque contêm todos os tipos de partículas nocivas e podem causar síndromes respiratórias, queimação nos olhos, falta de ar e graves crises de asmas em pessoas afetadas”.

            Durante toda a terça-feira, os bombeiros combateram incêndios em Latrun, Atlit e Nesher. Dezenove pessoas, incluindo um bebê de 10 dias, sofreram com inalação de fumaça.

            Fonte: Ynet News