terça-feira, 1 de novembro de 2016

Trem de alta velocidade do Muro das Lamentações para Tel Aviv


              O Ministro dos Transportes ordenou que fosse projetado para que o trem de alta velocidade de Tel Aviv para Jerusalém incluísse uma estação na Cidade Velha, perto do Muro das Lamentações; os passageiros conseguirão ir de Jerusalém para Tel Aviv em menos de meia hora.
              O Ministro dos Transportes e Segurança nas Estradas, Yisrael Katz, instruiu seus funcionários a promover o planejamento de uma extensão da linha ferroviária de alta velocidade que irá de Tel Aviv para Jerusalém, de modo que se estenda para a Cidade Velha, perto do Muro das Lamentações. Como parte do projeto, uma parada de metrô será construída na área do Muro Ocidental.
              A extensão envolverá a escavação de túneis por dois quilômetros e a uma profundidade de 80 metros. O ministro Katz mencionou que a extensão deverá diminuir significativamente o congestionamento da estação ferroviária Binyanei HaUma, permitindo que turistas, estudantes e outros cheguem ao Muro das Lamentações fácil e rapidamente da parte central de Israel.

              Os custos do projeto do trem de alta velocidade estão estimados em cerca de 7 bilhões de NIS. Inclui a colocação de 56 quilômetros de trilhos, que vão de Tel Aviv, passando pelo aeroporto Bem Gurion e Modi’in e terminando em Jerusalém. As viagens de Tel Aviv para Jerusalém devem durar apenas 28 minutos.
Espera-se que o trabalho da ferrovia seja concluído até o final de 2017, com suas primeiras viagens planejadas para a Pêssach de 2018. Espera-se que três trens façam as viagens entre Tel Aviv e Jerusalém a cada hora durante as horas de pico do dia, com um total de quatro milhões de viagens por ano.
O trajeto da estrada de ferro inclui aproximadamente 22 quilômetros de túneis e aproximadamente 7 quilômetros de trilhos em pontes. "A linha ferroviária de alta velocidade para Jerusalém é o maior projeto do plano de desenvolvimento das ferrovias de Israel e ela vai ligar o Shfela (centro-sul de Israel) com Jerusalém e permitirá que milhares de trabalhadores que viajam de e para Jerusalém todos os dias cheguem à capital rápida e confortavelmente ", disse Katz.

Fonte: Ynet News