segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Uma trilha sonora judaica de Natal


          
              “As duas datas comemorativas que celebram a divindade de Cristo – a divindade que é o próprio coração da rejeição dos judeus ao cristianismo – e o que Irving Berlin faz? Ele descristianiza os dois! A Páscoa se torna um show de moda e o Natal uma celebração sobre a neve.” Philip Roth, no seu livro Operation Shylock, estava se referindo à música de Berlin “Easter Parade” (Desfile de Páscoa) e, é claro, “White Christmas” (Natal Branco). Mas não é apenas Berlin: como Michael Feinstein recentemente nos lembrou no New York Times, os judeus escreveram a maioria das grandes músicas de Natal americanas. David Lehman, autor de A Fine Romance: Jewish Songwriters, American Songs (Um fino romance: compositores judeus, canções americanas), diz que o fenômeno do Natal é apenas um exemplo de algo ainda maior: que a história da música popular americana é maciçamente uma história judaica. A Tablet Magazine pediu ao Lehman para listar suas 10 músicas de Natal prediletas escritas por judeus. Seu único desapontamento? “Eu realmente queria que “Have Yourself a Merry Little Christmas” tivesse sido escrita por judeus”, diz ele. “Com certeza estaria entre as cinco primeiras.”

              As 10 melhores músicas de Natal escritas por judeus, de acordo com David Lehman:
10.   “The Christmas Waltz” (A valsa de Natal): música e letra de Sammy Cahn e Julie Styne. “Ouça a versão do Sinatra desta letra interessantemente autorreferencial.

9.       “Silver Bells” (Sinos prateados): música de Jay Livingston, letra de Ray Evans.

8. “Winter Wonderland” (Maravilhas de inverno): música e letra de Felix Bernard. “Michael Feinstein foi minha fonte para a escolha dessa música. E eu estou surpreso! A letra envolve uma cerimônia de casamento improvisada realizada por Parson Brown. O momento lírico mais interessante é a rima entre ‘snow man’ (boneco de neve) e ‘no, man’ (não, homem).”

7. “Santa Baby” (Papai Noel, Baby): música e letra de Joan Ellen Javits e Philip Springer. “Uma música muito agradável. A que chega mais perto de um jazz. ‘Santa Baby, hurry down the chimney tonight’ (Papai Noel, baby, desça depressa pela chaminé esta noite). Adapta a convenção das músicas de Natal para se tornar um tipo de música de amor e sedução. Eartha Kitt canta uma versão intensa.”

6. “Sleigh Ride” (Passeio de trenó): letra de Mitchell Parrish. “Algumas vezes as pessoas a ouvem como música de fundo. Numa nota pessoal, eu me lembro de estar viajando entre os Estados Unidos e a Inglaterra, nos anos 70, e em um dos aeroportos eu sempre ouvia essa música. Particularmente, eu não gostava dela, mas por causa da associação, se tornou muito querida por mim. Parrish – que nasceu Michael Hyman Pashelinsky, na Lituânia – escreveu a letra para um dos mais famosos padrões de jazz, ‘Stardust’, de Hoagy Carmichael.”

5. “I’ll be home for Christmas” (Eu estarei em casa para o Natal): música de Buck Ram, letra de Walter Kent. “Como ‘White Christmas’ e ‘Have Yourself a Merry Little Christmas’, esta música foi muito popular durante a Segunda Guerra e apela a uma certa nostalgia e saudade de casa, não apenas para as tropas que estavam na Guerra, mas também para os entes queridos que estavam em casa.”

4. “I’ve Got My Love to Keep Me Warm” (Tenho o meu amor para me manter aquecido): música e letra de Irving Berlin. “Esta é uma ótima música na qual, às vezes, as pessoas não prestam atenção quando pensam em músicas de Natal. Em parte por causa da outra música famosa de Berlin nessa categoria e em parte porque é uma das poucas músicas nesta lista que pode ser tocada o ano inteiro.”

3. “Let It Snow, Let It Snow, Let It Snow” (Deixe nevar, deixe nevar, deixe nevar): letra de Sammy Cahn e música de Julie Styne. “Esta é uma de minhas músicas tipo “Jingle-Bells” favorita! Amo como é usada como música final do filme Duro de Matar.”

2. “The Christmas Song” (A música de Natal): música e letra de Mel Tomé e Bob Wells. “As duas primeiras escolhas são músicas tradicionais de Natal – elas mencionam a data comemorativa explicitamente, são cheias de emoções sinceras e podem até fazer cair algumas lágrimas.”

1.  “White Christmas” (Natal branco): letra e música de Irving Berlin. “A versão de Bing Crosby é o single mais vendido de todos os tempos.”

              Fonte: Tablet Magazine