segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Lista de oração de Jerusalém – 13 de janeiro de 2017


              Peço desculpas por não conseguir escrever esta lista de oração a tempo. A semana começou com um terrível ataque terrorista contra um grupo de jovens soldados israelenses de um curso de oficiais que vieram a Jerusalém para estudar e visitar os locais bíblicos. Um caminhão grande e pesado atropelou o grupo de soldados enquanto eles desciam do ônibus. Quatro soldados, três moças e um rapaz, foram mortos pelo caminhão. Dezessete soldados ficaram feridos em diferentes níveis. A coisa mais séria sobre esses ataques terroristas é que eles são imitações. Após o ataque do ISIS com um caminhão em Nice, na França, e há duas semanas, em Berlim, na Alemanha, a mesma tática foi usada. Os terroristas que realizaram o ataque viviam bem perto de onde aconteceu este trágico evento. O local é visitado por quase todo turista que vem a Jerusalém. Fica perto da sede das Nações Unidas no Oriente Médio. É o local de onde se pode ver a cidadela de Davi, a cidade velha de Jerusalém, o monte do Templo, o monte das Oliveiras e o monte Scopus.  Desta vila e da família deste terrorista já vieram mais de uma dúzia de ataques terroristas na cidade de Jerusalém. Israel tem pegado leve com terroristas que são cidadãos israelenses e têm o cartão azul como qualquer outro cidadão israelense – o mesmo tipo de cartão que eu e a Marcia temos e que todo judeu, ou cristão em Israel tem. Este evento pode mudar o jeito que Israel olha para os cidadãos israelenses que cometem atos terroristas. Eu creio que é hora de orarmos a Deus para dar sabedoria às autoridades israelenses para que saibam lidar com os terroristas muçulmanos que saem para fazer uma coisa apenas: matar judeus.
              Por favor, orem por mim. Estou viajando para Amsterdã, na Holanda, para ensinar no seminário bíblico da Beit Yeshua Amsterdã. O tópico do meu ensino é único e poucos ensinaram sobre esse assunto. Acho que é por ser um pouco complicado e alguns o consideram controverso. O tópico é a comparação entre o ensino de Yeshua e o ensino de Paulo. O que Paulo sabia sobre Yeshua e seus ensinamentos. Meu objetivo é por um lado mostrar essa comparação e por outro sincronizar o ensino de Yeshua com o de Paulo e explicar o motivo para as diferenças.
              Para os judeus, é importante entender o “por quê”e o “como” existe uma diferença entre Paulo e Yeshua. Muitos rabinos estão no processo de estudar Yeshua. Entre os judeus existe um conceito errôneo sobre o apóstolo Paulo. Paulo é tido como fundador do Cristianismo e não Yeshua. Especialmente a atitude de cristãos contra a Torá e contra a circuncisão é mal interpretada pelos estudiosos judeus e rabinos, por vários séculos. O apóstolo Pedro diz: “Por isso, amados, aguardando estas coisas, procurai que dele sejais achados imaculados e irrepreensíveis em paz. E tende por salvação a longanimidade de nosso Senhor; como também o nosso amado irmão Paulo vos escreveu, segundo a sabedoria que lhe foi dada; Falando disto, como em todas as suas epístolas, entre as quais há pontos difíceis de entender, que os indoutos e inconstantes torcem, e igualmente as outras Escrituras, para sua própria perdição. Vós, portanto, amados, sabendo isto de antemão, guardai-vos de que, pelo engano dos homens abomináveis, sejais juntamente arrebatados, e descaiais da vossa firmeza; Antes crescei na graça e conhecimento de nosso Senhor e Salvador, Jesus Cristo. A ele seja dada a glória, assim agora, como no dia da eternidade. Amém. (1 Pedro 3:14-18).
              Então, com a graça de Deus e com suas orações, eu serei capaz de elucidar a relação entre o ensino de Paulo e o ensino de Yeshua.
              Por favor, continuem orando pelo Netivyah e pela Congregação Roeh Israel, em Jerusalém. Meu coracao se enche de alegria quando vejo os jovens líderes assumindo o controle e liderando. Eu sei que o Netivyah e a congregação terão um grande futuro e contribuirão para a restauração de Israel, da comunidade de discípulos de Yeshua e do mundo. Precisamos de suas orações pela jovem liderança do Netivyah.
              Continuem orando pelo Barry, nosso filho. Sua recuperação tem sido lenta e árdua. Suas orações abençoarão minha família e permitirão que Marcia e eu continuemos avançando com a mensagem da restauração, de Jerusalém aos confins da Terra. Por favor, continuem orando também pela Danah, nossa filha, e pela Noam, nossa neta. Danah tem sido uma heroína, como mãe solteira com dificuldades extremas e ela continua servindo a Deus e à comunidade. Ore para que Deus a fortaleça e dê a ela saúde e dê a Noam uma visão clara do sacrifício que sua mãe tem feito para prover todas as suas necessidades e a maioria das suas vontades.
              Eu abençôo todos vocês que têm orado e apoiado o trabalho do Senhor em Israel. Que todas as bênçãos prometidas àqueles que abençoarem a descendência de Abraão recaiam sobre vocês e que vocês vejam cumpridos os seus sonhos. Não posso descrever com palavras a minha gratidão! Deus abençoe todos vocês, queridos irmãos e irmãs. Por favor, continuem orando pela restauração da Igreja e de Israel.
              Orem pela vitória sobre as forças de terrorismo ao redor do mundo. A fonte de todas essas atividades terroristas ao redor do mundo é conhecida e é uma só. É a mesma fonte que atacou as torres gêmeas em Nova Iorque, em 11 de setembro de 2001 e realizou a carnificina em Nice, na França e o mercado de Natal, em Berlim, na Alemanha e alcançou São Bernardino, na Califórnia e Orlando, na Flórida e até Jerusalém, no fim de semana passado. Se os cristãos não acordarem e confrontarem essa fonte do mal no mundo, ninguém mais irá fazê-lo. O que deve ser feito é não usar as mesmas armas de ferro e aço de destruição e guerra, mas usar as armas que estão listadas tão claramente na carta do apóstolo Paulo aos Efésios.
              Que Deus tenha misericórdia do nosso mundo! Precisamos aprender a usar as armas de guerra espiritual e sinto muito em dizer que não temos treinado nossos irmãos e irmãs a pelo menos conhecer o verdadeiro significado dessas armas e usá-las efetivamente. Não é impossível. É possível e o Espírito Santo está aqui para nos guiar, mas somente se pararmos de fingir que temos o Espírito Santo e começarmos a buscar o verdadeiro poder de Deus, que é mais cortante que uma espada de dois gumes. Se os cristãos ficarem satisfeitos com o falso, o verdadeiro nunca vai aparecer.
              Deus abençoe vocês, queridos irmãos e irmãs. Permaneçam fiéis a Deus e à sua Palavra e Espírito.

              Joseph Shulam