terça-feira, 9 de maio de 2017

A comunidade messiânica de Israel lamenta e se lembra de um pastor pioneiro




              O pastor David Davis, um dos principais líderes messiânicos de Israel, faleceu. Davis tinha 79 anos de idade quando ele finalmente sucumbiu, após uma intensa batalha contra o câncer, durante o ano passado. Ele deixa sua mulher Karen e seus dois filhos adotivos.
              Líderes messiânicos de todo Israel e de todo o mundo estão inundando as mídias sociais com expressões de amor e apreço por seu amigo falecido. Durante seus 25 anos de ministério em Israel, David ganhou o respeito de muitos líderes messiânicos em uma terra onde construir comunidades messiânicas não é uma tarefa fácil. Seu estilo simpático e ao mesmo tempo ousado de liderar, sua disposição em encorajar futuros líderes e sua paixão pela unidade do corpo do Messias eram admirados, mesmo por aqueles que duvidavam que um cristão americano podia causar algum impacto significativo nas vidas de árabes e judeus em Israel. Incluindo eu.
              Eu me lembro da primeira vez que conheci o pastor David, quando ele chegou em Israel, na década de 80. Ele havia sido enviado por David Wilkerson, da Igreja da Times Square, em Nova Iorque, com uma visão de levar árabes e judeus viciados em drogas ao conhecimento de Cristo. “Árabes e judeus?”, eu perguntei a ele. “Juntos?”
              Eu estava cético, até que o David me pediu para ministrar um estudo bíblico em um pequeno grupo de viciados em recuperação que ele havia formado. Eles não queriam palavras difíceis ou ginástica teológica. Apenas Jesus, porque esses árabes e judeus viciados em recuperação sabiam mais que tudo que havia sido Ele que os trouxera de volta à vida e ensinado a eles que árabes e judeus podem viver juntos, pertencer juntos.
              A paixão de David pelo perdido inspirou muitos árabes cristãos e judeus messiânicos por todo país a alcançar viciados em drogas. Após ver o poder de Deus trabalhando na vida desses homens quebrantados, eu também comecei um ministério com viciados em drogas em Tel Aviv.
              David foi o pastor fundador da Kehilat Ha Carmel (Assembléia Carmel), no monte Carmelo, uma congregação que começou em 1991 como um estudo bíblico para homens que estavam se libertando do vício das drogas e do álcool. Foi durante esses dias que uma grande leva de judeus russos estava retornando à sua casa, sob o bombardeio de mísseis SCUD pelo ditador iraquiano, Saddam Hussein. Não se deixando intimidar e inspirado pela corajosa liderança de David, surgiu uma comunidade de judeus e árabes crentes, alcançando pessoas de todas as origens, através de ministérios que continuam até os dias de hoje, como o Centro de Reabilitação Casa da Vitória, o abrigo para mulheres Or HaCarmel, o programa de distribuição de alimentos Cesta do Corvo e o centro de distribuição de roupas Manto de Elias.
              O dr. David Davis era o presidente da Faculdade de Artes, da Universidade de Fordham, no Lincoln Center, em Nova Iorque, enquanto trabalhava como um ator profissional na Broadway e na televisão. Em meados da década de 80, off-Broadway e na televisão. Em meados dos anos 80, no meio de uma carreira de sucesso, ele teve um encontro dramático com Jesus, durante um reavivamento entre os artistas de Nova Iorque, onde ele conheceu sua esposa judia, Karen.
              Ele foi logo chamado para o ministério e começou a trabalhar com viciados e mendigos, sob a liderança de David Wilkerson, na Igreja da Times Square, em Nova Iorque. Em 1989, David e Karen imigraram para Israel e se tornaram cidadãos. Em seu livro, “A Estrada para o Carmelo”, Davis registra em crônicas sua jornada do mundo do espetáculo da Broadway às montanhas de Israel.
              “Eu ainda me lembro das palavras de encorajamento de Davis em suas orações”, disse Zvi Randelman, um pastor judeu messiânico, de Jerusalém. “Ele tinha um coração de pai pelo perdido, viciado e desesperado. Ele foi instrumental no estabelecimento da Beit HaYeshua, um ministério de recuperação de viciados em drogas, em Jerusalém. Incontáveis viciados em drogas e alcoólatras devem suas vidas ao trabalho de amor e inspiração de David. Agora, David está no céu com o Senhor, e eu tenho certeza de que quando ele entrou na presença de Yeshua, ele ouviu as seguintes palavras: Muito bem, servo bom e fie, entra no gozo do Teu Senhor.”

              Fonte: Israel Today / David Lazarus