domingo, 18 de junho de 2017

Presença messiânica na Semana do Livro Hebraico enfurece os ultra-ortodoxos

O presidente Reuven Rivlin e sua mulher visitam a Feira de Livro na Estação Central de Jerusalém.

              Ocorreu em Israel, na semana passada, a Semana do Livro Hebraico, um evento anual que tem duração de uma semana e celebra a literatura hebraica.
              O evento é marcado por feiras de livro em cidades por todo o país. E a presença de editoras de livro messiânicas em várias dessas feiras deixaram os judeus ultra-ortodoxos “anti-missionários” irritados.     
              Na verdade, o grupo anti-missionário por muitas vezes violento, Yad L’achim fizeram uma ocorrência policial após descobrirem um estande pertencente à editora “HaGefen”, na feira de livros da cidade de Rishon Letzion.
              A HaGefen é uma editora messiânica bastante conhecida. Entre os livros apresentados na feira, estava a série intitulada “O Testemunho”, que é uma tradução moderna da Bíblia, voltada para os jovens israelenses.
              O Yad L’achim alegou que os livros constituem “incitamento e solicitação de menor para conversão”.
              O que mais incomoda grupos como o Yad L’achim é que esses livros não são identificados como sendo “cristãos”.  Eles se recusam a aceitar que os judeus messiânicos são parte integral do povo judeu como um todo e de Israel.
              “Os compradores inocentes não sabem que esses são livros missionários que encorajam a conversão ao cristianismo”, constava na ocorrência feita pelo Yad L’achim.
              A HaGefen publicou uma nota respondendo que é registrada como uma organização sem fins lucrativos na cidade de Rishon Letzion por nada menos que 42 anos. Salientou ainda que a série de livros “ofensivos” “O Testemunho” consiste basicamente de uma tradução moderna literal da Bíblia.

              Fonte: Israel Today

sexta-feira, 2 de junho de 2017

Lista de oração de Jerusalém – 1º de junho de 2017


              O Jubileu de Jerusalém (50 anos da Guerra dos Seis Dias, em 1967) foi realmente uma grande celebração, em Jerusalém. Turistas cristãos vieram de todas as partes do mundo, mas os sul-coreanos superou todos eles. Eles realizaram um festival chamado “Shalom Yerushalayim”, com shows coloridos e uma maravilhosa moda tradicional coreana. O público israelense compareceu ao Centro de Congresso Internacional, em Jerusalém, e encheram o local, assim como alguns rabinos e membros do parlamento de Israel e dos Estados Unidos, que também participaram. Em uma época quando as Nações Unidas estão fazendo declarações que são distantes da realidade e da Bíblia, esses milhares de cristãos têm vindo e se juntado a Israel e a Jerusalém para celebrar o Jubileu de Jerusalém junto com o povo de Israel. Por favor, continuem orando por Israel e por Jerusalém e não se esqueçam de orar pelo Netivyah e por todos os maravilhosos projetos que tem executado todos esses anos. Jerusalém precisa de suas orações e o Netivyah precisa de suas orações. É responsabilidade de todo discípulo de Yeshua e seguidor do Caminho fazer o bem a todas as pessoas, mas primeiro aos da fé.
              Eu vou manter essa lista de oração curta devido à restrição de tempo, mas peço que vocês orem pelas seguintes necessidades que temos no Netivyah. Suas orações serão ouvidas no céu e oramos e esperamos que o Senhor responda suas orações e diga: “Muito bem, servos bons e fiéis! Vocês oraram por Jerusalém e pelos santos em minha cidade e fizeram o que puderam para ser uma benção em suas ações e doações.”
              Semana que vem, Marcia e eu viajaremos para a Finlândia por 8 dias, para realizar o seminário anual em Karmel Koti e visitar a congregação em Espoo e outros irmãos e irmãs na Finlândia.  Da Finlândia, viajaremos para os Estados Unidos, para participarmos da Celebração de Verão em Lipscomb e também para reunirmos com irmãos e irmãs para encorajá-los e sermos encorajados também. Precisamos de suas orações para essa viagem, por segurança e para que Marcia e eu nos sintamos bem e sejamos capazes de ministrar e ensinar nossos irmãos na Finlândia e nos Estados Unidos.
              Precisamos de suas orações pelo Netivyah USA. Nossos diretores irão se reunir no final de junho para tomar importantes decisões e adicionar um novo membro diretor. O Netivyah USA precisa de suas orações.
              Por favor, orem pelo Kol HaYeshua. Precisamos avançar e transmitir em rádio FM, mas não tivemos sucesso em encontrar uma rádio comercial local que queira trabalhar conosco. Peço suas orações por esse projeto. A Rádio Kol HaYeshua é a única rádio no mundo a transmitir as boas novas do Messias na língua hebraica sete dias por semana. Estamos adquirindo novos equipamentos para a gravação na rádio e para gravação em vídeo também e precisamos de ajuda com os custos. Estamos comprando boas câmeras, de alta qualidade, para gravarmos programas para o YouTube e outros canais. A liderança jovem do Netivyah está convencida de que a mídia eletrônica é a forma de alcançar o maior número de pessoas com um custo razoável. O Netivyah está se movendo nesta direção e o Barry já encomendou os equipamentos necessários para fazermos um excelente trabalho.
              Por favor, continuem orando por minha família, Marcia, Danah, nossa filha e Nooam, nossa neta. Orem também pelo Barry, nosso filho e Joey, nosso neto e Beth, nossa nora. E também pela família da Marcia, no leste do Tennessee.
              Que Deus abençoe todos vocês que oram pela salvação de Israel e do mundo. Todos nós precisamos expandir nossos horizontes e ter pelo menos o sonho e o desejo de ver todo o mundo prostrado diante do Rei dos Reis e Senhor dos Senhores, vestidos de branco, naquele dia em que a trombeta soará e os mortos ressuscitarão. Se não tivermos esse desejo, não faremos nada para que isso aconteça. Se não tivermos fé, não focaremos no desejo do coração de Deus.   
              Joseph e Marcia Shulam
PS. Por favor, orem pelos irmãos coreanos, chineses e americanos que estão visitando Israel no momento.

PS2. Por favor, orem especialmente pela congregação Sar-El, em Curitiba, no Brasil. Esta querida congregação precisa de uma ajuda especial e uma inspiração divina e do Espírito Santo, a fim de encontrar paz entre sua liderança.