sábado, 9 de outubro de 2010

Situação dos funcionários da AMES em Belo Horizonte que recentemente se ausentaram e andam a disseminar contendas no meio evangélico


Caros irmãos e irmãs membros e simpatizantes do Ministério Ensinando de Sião – BRASIL. Shalom!

Eu e minha esposa Márcia agradecemos a todos vocês pelo carinho pelo qual vocês sempre nos recebem em vossa congregação e também pelo profundo amor e comunhão que temos no Senhor Yeshua.

Após investigação dos fatos que aconteceram com um grupo de funcionários que se ausentou recentemente do Ministério Ensinando de Sião, cheguei à conclusão que já é hora de expressar meu posicionamento PESSOAL e OFICIAL e minha preocupação com os últimos acontecimentos. Abaixo aponto alguns dos principais fatos:

1. Nenhuma das pessoas que saíram do Ministério Ensinando de Sião foram obrigadas ou compelidas a tal pelos líderes do Ensinando de Sião. Todos eles saíram por iniciativa própria.

2. Há claras evidências que o que aconteceu foi uma rebelião contra o rabino messiânico Marcelo M. Guimarães, contra a Congregação Har Tzion, contra o Ministério Ensinando de Sião, contra a visão da Restauração de Israel e da Igreja e pessoalmente contra mim, Joseph Shulam. Esta rebelião foi gerada por uma crise de identidade que algumas dessas pessoas desenvolveram, indo contra o Ensino e a boa conduta dos demais membros do Ensinando de Sião. Todos sabem que esses jovens chegaram ao Ensinando de Sião sem nada, e ao longo dos anos receberam treinamento, ensino, discipulado e amor tanto do rabino Marcelo quanto de minha pessoa. Ao longo dos anos depositamos neles nossa confiança, dando-os posições de ensino e liderança em nosso meio. Mas infelizmente, esses mesmos jovens formados em nossa casa se rebelaram e escolheram por mudar sua orientação teológica visando achar uma posição de maior conforto e aceitação nos meios protestantes não-messiânicos e entre as Igrejas cristãs tradicionais.

3. Todos devem saber que esses líderes que saíram, largando seus empregos e seus ministérios no Ensinando de Sião, estão pecando em pelo menos três obras da carne. PRIMEIRO, eles estão contra o princípio que Deus deu a Abraão e aos patriarcas o qual ainda está em vigor, a saber, que aqueles que abençoam a semente de Abraão serão abençoados, e aqueles que amaldiçoam a semente de Abraão serão amaldiçoados. SEGUNDO, temos evidências que este grupo ainda tenta contatar membros da Congregação Har Tzion visando retirá-los de seu lugar natural para apresentá-los a uma atmosfera protestante qualquer. Este é claramente um pecado de rebelião fruto de obras da carne ou contendas e divisões (como outras traduções expressam). TERCEIRO, esse grupo também demonstra ser causador de outras obras da carne, tais como ambições próprias, dissensões e eu acrescentaria ainda heresias, pois foi pessoalmente dito a mim por um dos integrantes desse grupo que somos obrigados a aceitar como autoridade sobre as nossas vidas ensinos de homens como Lutero e Calvino. Eu aprecio muito a vida não só desses dois pais da Reforma, mas também de outros que a história do Cristianismo nos agraciou. Sou grato a Deus pela vida de homens e mulheres que contribuíram para a expansão do Reino de Cristo, e todos devemos aprender com suas contribuições. Mas, o que esses homens escreveram de certo ou errado, não pode servir como autoridade espiritual sobre a minha vida. Peço desculpas aos meus irmãos que me lêem, mas eu não me lembro de ter lido no Novo Testamento ou na Palavra de Deus que Calvino ou Lutero morreram por mim ou deram suas vidas por mim ou que o sangue deles perdoa os meus pecados. Eu não me lembro de ter lido na Bíblia que a tradição cristã é um elemento essencial que devo aceitar para ser salvo. Meu comprometimento é com a Palavra de Deus e apenas com ela, e creio que o Espírito Santo de Deus que é revelado de Genesis a Apocalipse é o suficiente para que eu conheça e creia para alcançar o Caminho de Deus para salvação de minha alma. Se esses jovens agora crêem em Calvino ou Lutero como autoridades espirituais, eles tomam um caminho contrário à Bíblia.


Eu gostaria que todos soubessem que as pessoas que se ausentaram não estão mais associadas ou conectadas à Congregação Har Tzion nem ao Ministério Ensinando de Sião – BRASIL, nem ao Ministério Netivyah de ISRAEL. Eles não representam mais nossa visão e escolheram não ter mais vínculo algum com essas instituições.

Eu gostaria que todos soubessem que eu NÃO RECOMENDO para o ensino bíblico a nenhum dos participantes nessa rebelião. Isso se faz extremamente necessário enquanto esses jovens continuarem na rebelião e na maledicência contra a Congregação Har Tzion, contra o Ministério Ensinando de Sião e contra a minha vida. Até que esses jovens se arrependam de forma evidente - e peçam perdão por suas atitudes rebeldes e ingratas para destruir o “prato” de onde comeram e se alimentaram por tantos anos – não haverá nenhuma cooperação ou recomendação de minha parte, Joseph Shulam. Recomendo também ao Sr. Marcelo M. Guimarães e aos outros na atual liderança do Ensinando de Sião que não recomendem nem digam nada contra ou a favor dessas pessoas. Recomendo que deixemo-nas nas mãos do Todo Poderoso de ISRAEL que tratará com essas pessoas ao Seu próprio estilo e misericórdia.

Por favor, deixem que todos saibam que esses não são em absolutamente NADA recomendados por mim, Joseph Shulam, nem pelo Netivyah de Jerusalém. Digo isso pois o apóstolo Paulo é categórico ao afirmar em várias passagens que os que causam divisões e contendas em suas Congregações devem ser notados cuidadosamente, e os demais irmãos devem se afastar deles. Este é o princípio bíblico que, apesar de doloroso, deve ser observado por quem crê que o apóstolo Paulo escreveu por inspiração divina (Rm 16:17, I Co 1:10, 11:18).

Eu creio que o movimento da Restauração é uma forma lógica de alguém se relacionar com as Escrituras porque o interesse é na Verdade de Deus e não na legitimidade de tradições cristãs ou tradições Judaicas como sendo AUTORIDADE sobre as nossas vidas. Tratamos todas as tradições, cristãs ou judaicas, como tradições apenas e não como algo requerido para a salvação dos discípulos de Yeshua. A Igreja como se apresenta nos dias de hoje está muito distante da Igreja descrita nas páginas do Novo Testamento. A Igreja de hoje está dividida em milhares de denominações que lutam entre si. Este não é o tipo de Igreja que eu desejo pertencer. Eu desejo ser como a Igreja a qual leio no livro de Atos, onde vejo a mão de Deus se mover e conceder poder e milagres a uma comunidade unida e doutrinariamente fiel ao Ensino dos Apóstolos e dos Profetas.

Nosso movimento jamais pregou a obrigatoriedade da Lei nem para Judeus muito menos para não judeus. Não judaizamos cristãos nem cristianizamos judeus. Mas, essas pessoas que se ausentaram do Ministério Ensinando de Sião foram vítimas de uma crise identitária egoísta e fatal, crise esta que é totalmente condenada pela liderança do Ensinando de Sião, pelo Ministério Netivyah em Jerusalém e pela UMJC – Union of Messianic Jewish Congregations – EUA (organização a qual o Ensinando de Sião faz parte desde 2000 e mantém excelente relacionamento e prestígio entre seus líderes). Para resolverem esta crise e tentarem se redimir da culpa de uma falsa judaicidade que assumiram no passado (contrariando os ensinos e recomendações bíblicas do Ensinando de Sião), essas pessoas optaram por atacar os pilares dos ensinos bíblicos que eu, Joseph Shulam, tenho promulgado ao redor do mundo por mais de 40 anos.

Mas, pelos frutos conhecemos os que realmente se comprometem com a verdade ou apenas com o reconhecimento de homens (Mt 7:16). Basta averiguar sobre a minha pessoa não só no Brasil como ao redor do Mundo. Busquem saber quem é Joseph Shulam no Brasil, nos EUA, na Europa e principalmente em Israel. Conheçam nossos frutos e nossa reputação nos meios eclesiásticos e principalmente seculares e vocês saberão quem realmente somos. Também peço que façam a mesma coisa com essas pessoas que agora se ausentam do Ensinando de Sião, fazendo um enorme esforço para prejudicar as bases e a seriedade do trabalho do qual eu sou Co-Fundador, em uma lamentável demonstração pública de ingratidão a Deus e a nós.

Por fim, eu abençôo a congregação Har Tzion e o Ministério Ensinando de Sião, crendo que este tipo de “poda” é proveniente de Deus e sempre depois de podas como essas um novo grupo de frutos surge e Deus é bendito neles. Abençôo também a todos os que foram aproximados por DEUS a esta visão, que amam a Yeshua, a ISRAEL e ao povo Judeu, que buscam a restauração genuína da Igreja e da Casa de Jacó. Minha palavra para vocês é: não desanimem! Se Yeshua e os Apóstolos tivessem abdicado da mensagem profética e verdadeira do Evangelho em troca de aceitação nos meios religiosos de sua época, provavelmente não estaríamos aqui hoje. Se o Filho de Deus tivesse escrito aos líderes religiosos de sua época pedindo desculpas e perdão por ter falado contra dogmas e tradições intocáveis de sua época, não teríamos sequer a Igreja estabelecida e redimida. Deus é nosso Juiz, nosso Salvador e nosso redentor. O caminho da verdade é estreito, e muitas vezes nos sentiremos perseguidos e isolados pelos que querem seguir o caminho largo e cômodo. Mas os que prosseguirem fielmente no amor e no temor a Deus, encontrarão PAZ, ALEGRIA e JUSTIÇA. Não buscamos aceitação e louvor de homens, mas sim, aprovação de Deus através de seu filho Yeshua, nosso Senhor absoluto.

Eu oro e profetizo que bons frutos e bênçãos de Deus encherão a Congregação Har Tzion e o Ministério Ensinando de Sião nos próximos meses.

Que o Eterno vos abençoe e vos guarde,


Joseph B. Shulam - Jerusalém - ISRAEL
Presidente Fundador do Ministério de Ensino e Pesquisa bíblica Netivyah – Jerusalém – ISRAEL
Co-Fundador do Ministério Ensinando de Sião – BRAS

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

Shalom a todos,

Além do Informativo de Jerusalém logo abaixo, recomendo a todos assistirem ao estudo especial proferido pelo Rosh Matheus Zandona sobre: "O que e Como Restaurar". Altamente esclarecedor e repleto de conceitos e ensinos que são a BASE para qualquer discípulo de Yeshua interessado em restaurar biblicamente as raízes da Fé. Vale a pena estudar e aprender esses temas que tenho difundido ao redor do mundo.



A Lista de Oração Jerusalém - 06 de outubro de 2010
por Joseph Shulam - de Jerusalém, Israel


Uma das coisas mais maravilhosas em Israel é viver com uma visão, ter uma vida de propósito. Israel é um país repleto de esperança e expectativa fantástica e são estas que alimentam nossas vidas neste país. As pessoas imigraram para Israel a partir de todo o mundo e a razão disso é que eles acreditaram nas promessas de Deus e que esta terra foi dada por Deus a Abraão e à sua descendência para sempre. Esta fé do povo de Israel trouxe imigrantes de mais de 100 países e agora até na China existem alguns judeus que estão imigrando para Israel. Cada dia neste país é realmente um milagre e esta é a razão por que é tão importante para você orar por Israel e pela salvação do povo judeu e de procurar maneiras para abençoar o que Deus está fazendo nesta terra. Todos dizemos tão claramente nas Escrituras:
" Pois o SENHOR não há de rejeitar o seu povo, nem desamparar a sua herança. Mas o juízo se converterá em justiça, e segui-la-ão todos os de coração reto. Quem se levantará a meu favor, contra os perversos? Quem estará comigo contra os que praticam a iniqüidade? Se não fora o auxílio do SENHOR, já a minha alma estaria na região do silêncio. Quando eu digo: resvala-me o pé, a tua benignidade, SENHOR, me sustém. Nos muitos cuidados que dentro de mim se multiplicam, as tuas consolações me alegram a alma."(Sl 94:14-19)


Israel é uma bagunça política, como de fato sempre foi, mas agora Israel cometeu alguns erros importantes e entrou em uma armadilha armada pelos ricos e poderosos que comandam o mundo. É como as palavras do profeta: "Fez-se como um urso à espreita, como um leão em uma emboscada." (Lm. 3:10) O governo de Israel não pode tomar decisões para agradar o presidente Obama, a Liga Árabe e os terroristas do Hamas. Se Israel se comprometer a não construir na Judéia e Samaria, isso representaria desistir de nossos direitos sobre toda a terra de Israel que Deus deu a Abraão para sempre. Israel precisa de suas orações! Por outro lado, parece besteira não dar mais dois meses de moratória para a construção na Judeia e Samaria, e começar o processo de paz e para extrair de Obama mais promessas do que poderia cumprir. É uma situação difícil que o Estado de Israel está agora. Só Deus pode dar ao nosso governo a sabedoria que é necessária.

O dólar dos EUA está caindo de valor em todo o mundo e em Israel está no índice mais baixo nos últimos cinqüenta anos. Isto, obviamente, afeta todo o mundo, mas pode ser bom para os Estados Unidos, pois faz as exportações dos EUA mais acessíveis do que as exportações em todo o mundo. Em Israel, perdemos pelo menos 40% do valor do dólar dos EUA, e sentimos profundamente na maneira que conduzimos a Obra de Deus em Israel.


Estamos rapidamente nos preparando para a conferência em Portugal, e precisamos de suas orações para esta conferência. Aqueles de vocês que se inscreveram através da página web e não o ouviram da Euromar Viagens Agnecy - por favor, escreva uma nota para os seguintes endereços de e-mail e exijam resposta: "Sandra Teixeira - Euromar Agência de Viagens" com "," Bruno Barreto - Euromar Agência de Viagens "

A conferência é de grande importância para as milhões de pessoas em Portugal e na América do Sul que vêm de uma origem judaica. É tão importante para o mundo conhecer a condição destas pessoas e também para esses milhões que são cristãos por fora e judeus no interior para que saibam que muitas pessoas no mundo estão com eles e que eles não serão esquecidos, muito menos a “curel misericórdia da Igreja Católica”. Estas almas que eu considero cativos precisam ser libertas, ou pelo menos devemos dar uma oportunidade justa para com que eles façam uma livre escolha de quem são e onde querem estar. Isto é o que esta conferência em Portugal tratará, e todos vocês que nos apoiam e oram por nós, por favor, continuem a orar pelo Netivyah, pelo Ensinando de Siao no Brasil, e para a cidade de Castelo de Vide, em Portugal.


Temos alguns desafios sérios em Kol HaYeshua, nosso programa de rádio. Temos programas maravilhosos, milhares deles em fita ou armazenados em computadores. Todos eles estão em hebraico porque Kol HaYeshua é apenas para difusão em língua hebraica. Peço que orem por Kol HaYeshua para três coisas: As respostas de ouvintes interessados. Para que Deus abra as portas para que não percamos os 30 minutos que onde estudamos as Escrituras. Para todos nós que gravamos os programas tenhamos inspiração para fazer programas interessantes, informativos e verdadeiros.

Sara nossa querida irmã ainda está em uma casa de tratamento, perto de Jerusalém. Ela está recebendo terapia física e Zvi, seu marido, permanece também em casa. Tanto Sara e Zvi precisam de suas orações. Ambos têm 85 anos de idade e não é fácil para eles ficarem separados. Eles estão juntos há mais de 65 anos casados e felizes. Ambos são grandes exemplos para todos nós e, embora em russo eles digam, "a velhice não é alegria", estamos muito felizes de ter Sara e Zvi em nossa congregação.


Márcia, minha esposa, continua a melhorar depois de sua cirurgia no joelho. Hoje, ela caminhou até a rua, descendo muitas escadas. Não foi fácil para ela, mas apenas há três meses ela não poderia ter feito este tipo de caminhada. Por favor, continuem orando por ela e por nossa filha Danah e Noaam nossa neta, Barry, Joseph e Beth nossos outros filhos no Tennessee. Além disso, orem também pela mãe de Márcia, a Sra. June.


Todos nós continuamos orando por Lonnie e Barbara, Ruby, Paulo, Tim Tucker, e todos aqueles que estão doentes e precisam da mão de cura de Deus para tocá-los. Pedimos também que continuem a orar por Ahuva, Leah, Ilana, Sarit, David S., David e sua família.


De Deus quiser, a próxima semana será cheia e ocupada, pois irei para a Alemanha e de lá para a Coréia, e de lá para o Japão. Depois do Japão, estou voltando para casa por duas semanas e então irei com o pessoal do Netivyah para Portugal para a conferência. Por favor, orem por mim nesta longa viagem de três semanas onde ensino todos os dias e faço um pouco de tudo: intercessão, ensino, incentivo e também arrecadar fundos para o sustento da obra do Netivyah nem Israel.

Vou acabar esta lista de oração por aqui. Abençôo a todos vocês que têm nos apoiado, por sua intercessão e por suas orações pelos Judeus Messiânicos de Jerusalém, Israel, Brasil, Finlândia, Alemanha, Coréia, Japão, Estados Unidos. . .

Joseph Shulam

sábado, 2 de outubro de 2010

Shabat Shalom a todos,
Matheus Z. Guimarães gravou uma excelente mensagem sobre "A Divindade de Yeshua", visando acabar com alguns falsos boatos que os judeus messiânicos têm problemas com a "divindade" de Yeshua (Jesus). Vale a pena clicar e assistir. Ainda hoje, há um espírito das trevas que tenta colocar Jesus contra o seu povo (ISRAEL). Assista ao vídeo e tire suas dúvidas. Basta clicar no link abaixo.
Shabat Shalom e um grande abraço a todos...