terça-feira, 26 de abril de 2011

Bate papo sobre a Páscoa Judaica e a Páscoa Cristã

Abaixo segue entrevista feita pela REDE SUPER de Televisão ao Rosh Matheus Z. Guimarães.


Jornalista: Qual é o verdadeiro sentido da Páscoa?

Rosh Matheus: Páscoa é a festa que marca o início do calendário bíblico de Israel e delimita as datas de todas as outras festas na Bíblia. Páscoa (Pêssarr, em hebraico) significa literalmente “passagem” (pois o Senhor “passou” sobre as casas dos filhos de Israel, poupando-os. Ex 12:27). É uma FESTA instituída por Deus como um memorial para que os filhos de Israel jamais se esquecessem que foram escravos no Egito, e que o próprio Deus os libertou com mão poderosa, trazendo juízo sobre os deuses do Egito e sobre Faraó. (Ex 12). Páscoa fala de memória, de identidade. O povo de ISRAEL foi liberto do Egito para poder servir a Deus e ser luz para as nações. Páscoa é uma FESTA instituída para que jamais ISRAEL se esqueça quem foi, quem é e o que deve ser. Da mesma forma, não apenas os judeus mas todos os que são discípulos de Cristo são co-herdeiros e co-participantes das promessas e das alianças dadas por Deus a Israel, pois através do Evangelho foram enxertados em ISRAEL e são parte da mesmo corpo (judeus e não-judeus), a Família de Deus (Ef 3:6). O simbolismo da Páscoa é parte da mensagem no Novo Testamento, e toda a obra da Cruz se baseia no evento da Páscoa Judaica. Jesus não apenas é morto em Páscoa, mas ele simboliza o próprio CORDEIRO pascal (I Co 5:8), que TIRA o pecado do mundo (Jo 1:29) e cujo sangue nos liberta, nos resgata da escravidão do pecado e nos SELA como Seus filhos. Nele (Cristo), somos feitos NOVAS CRIATURAS sem o fermento da malícia e da maldade. Como podemos ver, não se pode entender a obra da cruz sem o conhecimento dessa que é a mais simbólicas das Festas de Deus. Páscoa fala de nossa LIBERTAÇÃO para servirmos a Deus.


Jornalista: Como os antigos judeus comemoravam esta data?

Rosh Matheus: Segundo Ex capítulo 12, Páscoa deveria ser celebrada com um jantar familiar, onde um Cordeiro seria assado e comido por todos. O jantar também deveria ter o pão asmo ou sem fermento (matzá, em hebraico) e ervas amargas. O pão sem fermento nos ajuda a lembrar que na noite da Páscoa no Egito, comemos às pressas e o pão não teve tempo de fermentar. As ervas amargas nos lembram de como nossa vida era amarga quando éramos escravos de Faraó. Por volta do ano 550 a.C., os judeus criaram uma seqüência para o jantar (chamada de Hagadá), que incluía o RELATO do Êxodo, os 4 cálices de vinho e o Charosset (pasta doce). A intenção e o mandamento (Ex 12:26) é que TODOS os membros da família participem das narrativas e da liturgia, e que a festa seja uma ferramenta DIDÁTICA para se ensinar às crianças sobre como o Senhor nos libertou com mão forte do Egito. Jesus, quando celebrou seu último jantar de Páscoa com os discípulos, seguiu exatamente a tradição judaica vigente em sua época e até os dias de hoje. Ele utilizou quase todos os elementos e a seqüência que temos hoje nos lares judaicos. Não apenas isso, mas ele utilizou parte da tradição criada no séc VI a.C. para institucionalizar a Santa Ceia.


Jornalista: Existem adereços especiais que nos ajudam a ver como a Páscoa era comemorada?

Rosh Matheus: A forma como desde o século VI a.C. os judeus celebram a Festa de Páscoa é praticamente a mesma de hoje. Na mesa temos um prato especial chamado “Keará”. Nele dispomos os elementos do jantar: Beitsá (um ovo cozido que representa a oferta de Páscoa feita no Templo – Chaguigá), o Zerôa (um osso de cordeiro que representa o Cordeiro Pascal – nos lares judaicos tradicionais não se come cordeiro em luto à destruição do Templo), as ERVAS Amargas (Karpás: batada cozida ou cebola – que representa o duro trabalho dos hebreus no Egito; o Marôr: gengibre; e o Chazêret: salsão), e o Charôsset (uma pasta doce que se assemelha a um barro – lembrando do barro que os filhos de Israel amassavam no Egito para fazerem tijolos). Além dos elementos do PRATO KEARÁ, temos também TRÊS pães ásmos e 5 cálices de vinho – cada um com um simbolismo diferente.


Jornalista: Como as famílias devem hoje celebrar esta data?

Rosh Matheus: Os Judeus (sejam eles crentes em Jesus ou não), celebram esta festa da forma descrita acima pois ela é um estatuto perpétuo (Ex 12:14). Para os judeus crentes, esta festa é ainda mais especial, pois Yeshua (Jesus) é o nosso Cordeiro Pascal. Mas e os cristãos não-judeus? Temos provas nas escrituras que a Igreja, até meados do séc IVd.C., celebrava a Festa de Páscoa como os judeus (com pães asmos e no dia 14 de Nissan) – I Co 5:8 e Cl 2:16. Algumas obras Patrísticas também atestam a mesma coisa (Peri Pascha – Melito de Sardes – séc II d.C.). A Pascoa Judaica só foi proibida de ser celebrada no Concílio de Antioquia, em 341 d.C, e demorou quase 400 anos até que as pessoas tivessem deixado de vez esta tradição dos apóstolos. Assim, os cristãos de hoje deveriam obedecer ao apóstolo Paulo e seguir o exemplo dos primeiros crentes, realizando em suas igrejas e em suas famílias um jantar festivo, com pão sem fermento, o cordeiro assado e ervas amargas, para se lembrarem de como a vida era amarga antes de conhecermos a JESUS, e como ele nos RESGATOU com mão forte das garras do inimigo e da escravidão do pecado, e nos fez NOVA CRIATURA sem o fermento do pecado. Deveríamos todos celebrar neste dia como o SANGUE de Cristo foi derramado por nós, nos marcando e nos consagrando a Deus.

Jornalista: Ovo de páscoa, é permitido?

Rosh Matheus: A Páscoa Cristã, oficializada em 325 d.C. no Concílio de Nicéia, foi instituída com o intuito de substituir a Páscoa celebrada por Jesus e pela Igreja até então. Nos países de língua anglo-saxonica a páscoa cristã é conhecida como “Easter”, mas nos países de língua latina a palavra “Páscoa” foi mantida como uma transliteração da palavra “Pêssach”, em hebraico). O nome “Easter” é proveniente de uma festividade de primavera celebrada por Assírios, Babilônios (e posteriormente Celtas), em adoração a deusa Ishtar (ou Oestre no mundo nórdico). Esta era a deusa da fertilidade, daí ovos e coelhos eram usados como simbolismos. Em outras palavras, qualquer historiador ou qualquer enciclopédia atestará que a origem do ovo é pagã. Se temos a verdadeira Páscoa que era celebrada por Jesus, pelos apóstolos e pela Igreja até o séc. VI d.C, porque deveríamos adotar costumes pagãos em nossas casas? Será que Jesus, se estivesse presente em carne e osso entre nós, endossaria a troca de ovos enfeitados e coelhos de chocolates? Que cada cristão verdadeiro saiba discernir a Fé que vive e ensina à seus filhos.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

A Lista de Oração de Jerusalém – 08 de Abril

Por Joseph Shulam

Hoje, o Hamas disparou mais de 40 bombas de morteiro para as aldeias ao redor da Faixa de Gaza. Eles dispararam um foguete anti-tanque e apontaram para um ônibus escolar. O ônibus escolar havia descarregado 50 crianças há apenas alguns minutos antes de ter sido atingido por um foguete. Havia duas pessoas no ônibus quando foi atingido, o motorista e uma criança. A criança foi morta pelos estilhaços e o motorista foi ferido. Foguetes de origem Russa foram lançados sobre a cidade de Ashkelon, mas uma nova defesa de Israel chamada “Iron Kipa” foi capaz de explodir os foguetes no ar antes de chegarem a Ashkelon. Há uma constante escalação de violência em Gaza e uma barragem diária de foguetes e morteiros contra aldeias e cidades em Israel. Claro que essa escalação é provavelmente um resultado direto das mudanças no Egito e em todo o mundo árabe.

Israel deve responder a essa agressão e violência, e quando isso acontecer, o mundo vai condenar Israel por se defender do terrorismo do Hamas. Ao mesmo tempo, há mais e mais países que estão dando apoio e reconhecimento à Autoridade Palestiniana para afirmar uma declaração unilateral da criação de um Estado palestino nas fronteiras de antes da guerra de 1967. Você ficaria surpreso ao descobrir quem são os países que já deram à Autoridade Palestiniana esse reconhecimento. Em outras palavras, meus queridos irmãos, Israel está em sérios problemas políticos internacionais. Se em Setembro de 2011, o mundo tivesse dado um reconhecimento unilateral de um Estado Palestino baseado nas fronteiras de 1967, isso significaria automaticamente que todos os envolvimentos Israelenses e Judaicos, cidades, empresas, assentamentos, seriam imediatamente ilegais segundo a lei internacional. Israel precisa de suas orações agora!

O Oriente Médio e os países árabes estão todos girando muito rápido. Estas revoluções populares são algo a se enfrentar. Eles podem transformar todo o Oriente Médio em países islâmicos radicais jihadistas terroristas ou poderiam transformar todo o Oriente Médio em democracias. Tudo está em jogo agora, e só D-us pode realmente intervir e definir o curso da história. Então, oração pelos países árabes e suas futuras alianças é também de tão grande importância agora.

O feriado da Páscoa está mesmo à nossa porta. De domingo a uma semana é véspera da Páscoa. Este sábado a nossa juventude estará preparando mochilas especiais (Alta Qualidade) cheias de guloseimas e itens que os soldados precisam e queremos distribuir essas mochilas para soldados do Exército que são discípulos de Yeshua. Nós já fazemos isso há vários anos e somos felizes em fazê-lo para abençoar os nossos irmãos e irmãs que estão servindo no Exército. Esses jovens são os discípulos mais poderosos de Yeshua no lugar mais importante, com o exemplo mais importante e inspiração para todos os de Israel. Cada uma destas mochilas está nos custando um pouco mais de U$100. Se você quiser participar pode ir à nossa página na web e contribuir através do PayPal. (WWW.netivyah.org)

Para a Páscoa, também estamos entregando um pacote de comida especialmente aumentada para aqueles que recebem alimentos do Netivyah. Neste pacote, haverá todos os itens Kosher para a Páscoa, incluindo um pacote de 2,5 quilos de Matzot e outras especialidades para Passover. Este é um antigo costume de fazer caridade para os pobres em nossa congregação e entre os crentes em Jerusalém e, claro, todos aqueles que são alimentados pela Cozinha da Sopa.

Agradecemos muito a todos vocês que apóiam este esforço e abençoam os pobres de Jerusalém com suas orações e seu apoio.

O DVD com a história dos Judeus ocultos de Portugal e da conferência que Netivyah e ABRAJIN do Brasil e a Cidade de Castelo de Vide realizaram juntos, está pronto. Nós já enviamos vários exemplares pelo mundo afora. Se você estiver interessado em receber uma cópia deste DVD, por favor, escreva-nos. Nosso endereço é: Netivyah P.O. – Box 8043, Jerusalém 91080, Israel. Você pode também escrever para o nosso endereço de e-mail: netivyah@netivyah.org.il - nós não estamos colocando um preço para este DVD, mas como você sabe, não é barato produzi-lo e a conferência foi muito cara, e o projeto prossegue para o ano de 2012. Nosso plano é continuar e lutar esta batalha até que esses judeus ocultos sejam restaurados e voltem a Israel para povoar o deserto do Negev. Por favor, esteja conosco nesta enorme tarefa e nos apóie, pelo menos, em suas orações.

Na semana passada, deveria ter sido a data da audiência do nosso caso na Suprema Corte. Bem, foi adiada para outubro deste ano. Esta é uma verdadeira batalha espiritual de primeira classe para os direitos civis e privilégios democráticos fundamentais de qualquer cidadão em qualquer país livre e democrático. No entanto, para nós isso é muito mais do que apenas um caso judicial na Suprema Corte do Estado de Israel; na verdade é um teste da fibra da democracia no Estado de Israel. Se nós, como discípulos judeus de Yeshua, não temos os mesmos direitos e privilégios como qualquer outro cidadão, esta democracia é falida. Tenho plena fé em D-us e no sistema judicial de Israel, e acredito que vamos sair deste tribunal com uma grande vitória para a liberdade e a democracia em Israel, mas precisamos de suas orações e seu apoio para o fundo de construção. Uma velhinha, em Seul, na Coréia, disse no ano passado e foi a primeira realmente a fazê-lo. Ela disse que, se 1000 pessoas dessem mil dólares cada uma, teríamos o dinheiro necessário para construir o prédio. Eu desafio a todos vocês a continuar este excelente trabalho que esta pequena e idosa irmã coreana começou. Até agora apenas alguns assumiram esse desafio, você pode ser o próximo. Nós precisamos nos levantar e caminhar por esta oportunidade muito importante para preservar e proteger a liberdade da futura geração de judeus israelenses que serão discípulos de Yeshua nesta terra.

Temos várias pessoas que estão com necessidades financeiras especiais no Corpo do Messias em Israel, e especialmente, em Jerusalém. Temos pessoas de outras congregações em Jerusalém, que têm necessidades urgentes para aluguel, e para os impostos que têm que pagar, e para as necessidades básicas de saúde. Nós sempre tentamos fazer o nosso melhor para ajudar estes irmãos e irmãs, mas desta vez pedimos que façam o que puder para tornar possível que continuemos a ajudar os irmãos necessitados e pobres em Jerusalém e em outras partes do país.

Estou novamente ensinando uma carga máxima todas as semanas e em outras partes de Israel. Parece haver um renascimento do interesse na restauração da fé dos apóstolos do primeiro século. Por favor, lembre-se de mim e do Netivyah em suas orações, por que viajar por todo o país a cada semana não é algo normal para homens de 65 anos de idade. Eu preciso do seu apoio em oração.

Nesta época há muitos que estão doentes com alergias e outras doenças relacionadas com a respiração. Por favor, orem pelos enfermos nesta época, entre eles, nós dois, Marcia e eu, Beth e Joey Shulam, Danah e Noaam. Na verdade, quase todos da família Shulam precisamos de suas orações pela nossa saúde.

Continuamos a orar pela cura, alívio, e ajuda de muitas pessoas que têm doenças crônicas e sofrem dor, como: Ruby, Paulo, Ishiida San, Ahuva, Liora, Leah, Ilana, Tim Tucker, Anna, Sharon, David, Sarit, David Stern, Ludmila, Merav, Haya, Jonathan, Daniel, Horácio e os pais de Marcia, Horácio e June Saunders, no leste do Tennessee.

Comecamos a trabalhar em um novo livro. Este novo livro vai lidar com a questão de ângulos em geral, mas mais especificamente, trata do papel e da missão de Yeshua como o Filho de D-us enviado à terra para liderar, ensinar e salvar a todos nós e a humanidade. Precisamos de suas orações por este novo livro, porque está lidando com um assunto que poucos têm escrito a respeito, e alguns têm reivindicado compreendê-lo.

D-us abençoe a todos vocês, abençoe esta época na vida de vocês e também traga a alegria de lembrar que Yeshua ressuscitou dos mortos e está sentado à direita de D-us Todo Poderoso.

Joseph Shulam

segunda-feira, 4 de abril de 2011

Lista de Oração de Jerusalém – 31 de Março

Por Joseph Shulam

Frank Sinatra cantava uma canção chamada “Grandes Esperanças” (High Hopes, em Inglês). A letra desta música foi escrita por Cahn Van Heusen. Aqui estão as palavras desta canção:

Da próxima vez que você for encontrado com o queixo no chão, há muito a ser aprendido, então olhe ao redor. Exatamente o que, faz com que a velha formiguinha pense que ela vai mover essa planta de seringueira? Alguém sabe que uma formiga não pode mover uma planta de seringueira. Mas ela tem grandes esperanças, ela tem grandes esperanças, ela tem grande torta de maçã, no céu de esperanças.

Então toda vez que você ficar desanimado, em vez de se deixar levar, basta lembrar aquela formiga, oi, lá vai outra planta de seringueira.

Quando os problemas gritam e suas costas estão contra o muro, há muito a ser aprendido, o muro pode cair.

Era uma vez um carneiro velho e tolo que pensava que ele tinha um buraco em uma represa. Ninguém poderia fazer aquele carneiro sumir. Ele se continuou dando cabeçadas naquela represa.

Ele tinha grandes esperanças, ele tinha grandes esperanças, ele tinha uma alta torta de maçã, no céu de esperanças.

Então, sempre que você se sentir mal, ao invés de ficar triste, lembre-se daquele carneiro. Oi, há uma represa de milhões de quilowatts.

Todos os problemas são como um balão de brinquedo, eles breve serão estourados, eles são obrigados a estourar. Oi, lá vai outro problema kerplop”.

Eu gosto dessa música do Frank Sinatra, e especialmente esta semana esta é uma boa canção. Suponho que todos nós que somos discípulos de Yeshua o Messias, devemos ter grandes esperanças, e como a formiga podemos e devemos mover aquela árvore seringueira, e temos de continuar batendo a cabeça na represa de milhões de quilowatts, porque temos grandes esperanças. Nossas esperanças não estão em nossas forças, mas na força DAQUELE que está em nós.

Na segunda-feira passada era a data que o nosso caso seria ouvido na Suprema Corte de Israel. Nós temos lutado na “prefeitura” para obter uma licença de construção para os próximos 10 anos. A Suprema Corte de Israel será a palavra final sobre o nosso direito de construir e reformar nosso prédio em Jerusalém. Bem, nosso caso não foi ouvido segunda-feira passada. No domingo à tarde, recebemos um fax do tribunal adiando a nossa audiência de segunda-feira, 28 de março de 2011, para 06 de outubro de 2011. Então, precisamos novamente ter “grandes esperanças”, e ser como o carneiro que manteve dando cabeçadas na barragem, e como aquela formiga que movia a árvore seringueira. Nós continuaremos orando e aguardando e vamos também continuar lutando, tanto a nível espiritual como em todos os meios legais, até que a justiça seja feita e possamos reformar e construir o nosso prédio. De fato, com o terremoto no Japão, todos nós nos lembramos que em Israel também há grandes terremotos a cada 80 a 100 anos. Se houver um terremoto em Jerusalém, o nosso edifício, com certeza cai, pois foi construído há quase 100 anos e não tem estrutura de aço na construção e nem elementos que poderão fortalecer a construção durante um terremoto. Temos que obter as licenças de construção, por razões de segurança e porque simplesmente não temos espaço suficiente para as pessoas que já temos na congregação. Por favor, continuem orando por nós, e apoiando este projeto de construção, porque acredito, que é um dos casos mais importantes que tratam de nossas liberdades civis e direitos de base de qualquer Estado democrático.

A Páscoa está se aproximando e nossa distribuição de alimentos vai incluir alimentos especiais para o feriado de Páscoa. Pretendemos dar toda a comida kosher para a Páscoa, a todas as pessoas que recebem comida de nós. Daremos um grande pacote de Matzot a cada um, e também bolinhos especiais de Páscoa e outros produtos alimentares que vão tornar o feriado tanto kosher, quanto bem suprido para todas as centenas de pessoas que recebem comida de nós. Por favor, orem para os serviços sociais de Israel e as diversas organizações que alimentam os pobres e fornecem às necessidades mais básicas da população pobre de Israel.

Estamos também preparando as belas mochilas para os soldados que são discípulos de Yeshua e servem no exército Israelense. Cada mochila será preenchida com os dois tipos de comida que os soldados gostam e precisam, e também com outras coisas que estes soldados precisam, como meias especiais e graxa para sapatos, etc... Temos muitos jovens maravilhosos de nossa congregação que agora estão servindo no exército. Cada congregação de Israel tem alguns jovens servindo no exército e estes jovens são tão maravilhosos e fortes e têm uma reputação tão boa e exemplo. Por favor, nos ajude a abençoar estes soldados e lhes mostrar o quanto toda a comunidade dos discípulos de Yeshua agradece sua dedicação e serviços.

Meu novo livro saiu em Inglês. O livro trata da relação entre D-us e Israel, e Israel e a Igreja. Temos também um DVD feito sobre a conferência que realizamos em Portugal, em cooperação com os nossos irmãos do Brasil e de Portugal e com as cidades Castelo de Vide, e Trancoso, em Portugal. Este DVD é um tipo de captura das principais questões e mensagem da conferência em Castelo de Vide. Estamos enviando-o grátis às pessoas que estão interessadas em recebê-lo e compartilhá-lo com os outros. Você pode nos escrever e solicitá-lo. Nós o enviaremos grátis, mas gostaríamos que alguns cobrissem pelo menos o custo do DVD e o correio.

Pedimos-lhes que continuem orando pelos nossos doentes e, por todos os irmãos e irmãs de qualquer lugar que você sabe que estão doentes e precisam do toque das mãos de D-us para curá-los. Isso, é claro, inclui muitas centenas de milhares de pessoas na região de Fukushima, no Japão, entre os quais também há pelo menos cinco irmãos na fé que estão trabalhando na usina nuclear e pondo em risco suas vidas. Entre os nossos doentes estão aqueles que são doentes crônicos da nossa congregação em Jerusalém e também no Brasil, no Japão e nos Estados Unidos. Continuamos a orar por aqueles em Jerusalém: Ahuva, Liora, Leah, Ilana, Sara e Zvi, Sarit, Dra. Tania, Ludmila, e Marcia. Continuamos a orar pela cura de Ruby em Oklahoma, e o pai da Marcia, Sr. H.E. Saunders, e sua mãe Júnia Saunders, no Tennessee. Também oremos por Danah, nossa filha, e Noaam, nossa neta, na Califórnia, e Paulo, no Brasil, e Tim /tucker, na Finlândia. Há também uma longa lista que eu, pessoalmente oro, e estou certo de que você também tem uma longa lista de pessoas que você ora por elas. Por favor, use este grande privilégio dado a você por D-us para desempenhar o papel sacerdotal e interceder pelos enfermos.

Por favor, continuem orando por todos nós e por todos os funcionários do Netivyah e Roeh Israel e os muitos que estão oferecendo seu tempo, talento e serviço para o Senhor, no Netivyah e na Congregação Roeh Israel.

Eu não posso escrever sobre muitas coisas que estão acontecendo aqui em nossa grande cidade de Jerusalém, mas posso dizer-lhes que o bom Senhor D-us de Israel está trabalhando duro para levar Israel ao lugar que deveria estar.

D-us seja louvado e glorificado em vocês.

Joseph Shulam