terça-feira, 20 de novembro de 2012

UMA MENSAGEM ESPECIAL - JOSEPH SHULAM


Israel está sob ataque de quase 400 foguetes que colocaram aproximadamente três milhões de israelenses em abrigos por muitas horas. Muitos não percebem que Israel ainda é Davi e que o mundo árabe ainda é Golias. Menos de seis milhões de judeus vivem em Israel cercados por mais de 120 milhões de árabes que odeiam e querem destruir Israel e dizem isso abertamente perante o mundo inteiro. O que está errado com o mundo que ele não acredita no que a liderança árabe e iraniana está dizendo? O povo judeu em Israel está em luta pela sobrevivência há mais de 100 anos. Por favor, orem para que Israel e a liderança árabe cheguem ao bom senso e parem a     violência. Israel nunca iria atacar Gaza se não fosse por causa de centenas de foguetes que têm sido lançados incessantemente em cidades pacíficas e em comunidades agrícolas onde vive uma população apenas de civis. A única razão que Israel tem de lutar é para manter a paz e a segurança de seus cidadãos. Nós demos toda a Faixa de Gaza às autoridades palestinas, eles a perderam para o Hamas, que é uma organização terrorista declarada ligada ao Irã e ao Hezbollah, no Líbano, e à Al-Qaeda e outras organizações terroristas islâmicas internacionais.

Precisamos da ajuda de Deus e os árabes precisam da ajuda Dele também! Por favor, orem por Israel e para que os árabes sejam sábios, enxerguem a realidade e saiam de seu pesadelo de querer exterminar Israel e o povo judeu da face da terra. A solução de todos os nossos problemas está nas mãos de Deus! Deixe que Ele abra Suas mãos e mostre ao mundo inteiro a Sua Paz – Shalom!


A segunda coisa é uma declaração muito interessante de Ben Stein! Esta declaração é especialmente para todos os nossos irmãos americanos. Os outros, por favor, perdoem-me por enviá-la a todos os nossos leitores.


Assunto: Enviado: Comentários na CBS, na manhã de domingo


Nenhum cristão poderia ter dito isso melhor do que o Sr. Stein, que é judeu. Bonito. Se você se considera UM CRISTÃO, LEIA-A, SE NÃO, SIMPLESMENTE EXCLUA-A E NINGUÉM NUNCA VAI SABER, EXCETO TALVEZ VOCÊ.

Só espero que encontremos Deus novamente antes que seja tarde demais!


O texto abaixo foi escrito por Ben Stein e recitado por ele na CBS Sunday Morning Commentary.

Minha Confissão:

Eu não gosto de ser manipulado por ser um judeu, e acho que os cristãos não gostam de ser manipulados por serem cristãos. Acho que as pessoas que acreditam em Deus já estão fartas e cansadas de serem manipuladas. Não faço a menor idéia de onde veio o conceito que a América é um país explicitamente ateu. Não encontro isso na Constituição e não gosto de ser forçado a engolir isso...

Ou talvez eu possa colocar isso de outra forma: De onde surgiu a idéia de que devemos adorar celebridades e não somos autorizados a adorar a Deus como O entendemos? Eu acho que esse é um sinal de que estou ficando velho, também. Mas há muitos de nós que estão se perguntando de onde vieram essas celebridades e para onde foi a América que nós conhecíamos.

Em face das muitas piadas que enviamos uns aos outros para darmos risadas, esta é um pouco diferente: ela não tem a intenção de ser uma piada, não é engraçada, e tem o objetivo de fazer você pensar.

À luz dos recentes acontecimentos ... Ataques terroristas, tiroteio nas escolas, etc. Eu creio que tudo começou desde que Madeline Murray O’Hare (que foi assassinada e seu corpo encontrado há alguns anos) reclamou que ela não queria orações em nossas escolas, e nós dissemos OK. Depois alguém disse que é melhor não ler a Bíblia nas escolas ... A Bíblia diz: Não matarás; não roubarás, e ame ao próximo como a si mesmo. E nós dissemos OK.

Em seguida, o Dr. Benjamin Spock disse que não deveríamos bater em nossos filhos quando eles se comportassem mal, porque suas personalidades em formação ficariam distorcidas e poderíamos prejudicar sua auto-estima (o filho dele cometeu suicídio).  Dissemos: um especialista deve saber o que está falando ... E nós dissemos OK.

Agora estamos nos perguntando por que nossos filhos não têm consciência, porque eles não sabem discernir o certo do errado, e por que não lhes incomoda matar pessoas estranhas ou seus colegas ou a si próprios.

Provavelmente, se pensarmos bastante sobre isso, podemos entender. Eu acho que tem muito a ver com “Nós colhemos o que semeamos”.

Engraçado como é simples para as pessoas jogar Deus no lixo e não entendem porque o mundo está indo para o inferno. Engraçado como cremos em tudo que os jornais dizem, mas duvidamos do que a Bíblia diz. Engraçado como você pode enviar “piadas” através de e-mail e elas se espalham como fogo, mas quando você começa a enviar mensagens sobre o Senhor, as pessoas pensam duas vezes antes de compartilhar. Engraçado como artigos obscenos, vulgares, brutos e indecentes passam livremente pelo ciberespaço, mas a discussão pública de Deus é suprimida rapidamente na escola e no trabalho.

Você ainda está rindo?

Engraçado como quando você encaminhar esta mensagem, você não vai enviá-la a muitos em sua lista de endereços porque não tem certeza do que eles acreditam, ou do que vão pensar de você por enviá-la.

Engraçado como nós podemos estar mais preocupados com o que os outros pensam de nós do que com o que Deus pensa.

Passe isto a outros se você acha que vale a pena.

Se não, então é só descartá-la ... Ninguém vai saber que você o fez. Mas, se você descartar este processo de pensamente, não vá se sentar e reclamar da forma ruim que o mundo está.

Cordial, honesta e respeitosamente,

Ben Stein

segunda-feira, 29 de outubro de 2012

Lista de Oração de Jerusalém, 25 de outubro, 2012.


Por Joseph Shulam – De Hong Kong

Shalom, queridos parceiros de oração. A palavra chave é “parceiros” – quando você ora por alguém sinceramente e apresenta a Deus os problemas de outra pessoa pedindo-LHE para abençoá-la – você está realmente fazendo várias coisas ao mesmo tempo: 1) Você está lançando um voto a favor da pessoa por quem está orando. 2) Você está se identificando com a pessoa em sua necessidade e pedindo a Deus a solução. 3) Você está tomando posse das bênçãos de Deus sobre essa pessoa e com suas atitudes dizendo: Deus eu desejo ver este problema solucionado ou esta necessidade suprida, porque esta pessoa é importante para mim, e também porque quero ver a Tua misericórdia e a Tua graça manifestadas como um testemunho para essa pessoa e para todos aqueles que a conhecem.

Agradeço a todos pelas orações por nós e pela parceria nesta grande obra do Senhor na restauração tanto da comunidade de discípulos de Yeshua como também da igreja entre as nações.

Há muito mais que eu poderia falar, mas prefiro encurtar o assunto e apenas pedir a todos que orem pela comunidade em Jerusalém, pelo profundo processo de recuperação e restauração da visão e do zelo em nossa comunidade. Orem também pelas portas abertas que Deus está proporcionando para o ministério pioneiro na China. Amanhã, estaremos viajando para a China para ensinar em Wuhan e de lá para Najing, e tudo isso é apenas o começo.

Por favor, continuem orando por Abraham Goh de Cingapura. Este homem de 89 anos vem sofrendo já há um mês no Hospital. Seu filho não sai do seu lado também há um mês. O Senhor respondeu algumas de nossas orações e seu sangramento parou, mas agora ele está enfrentando uma grave infecção pulmonar. Estamos confiando em Deus para tudo e somos gratos a Ele por qualquer coisa que nos dê, porém, estamos orando pelo fim da infecção e por sua volta para casa.

Recebi também uma carta de uma mulher pedindo oração por seu filho que tem uma condição cognitiva muito séria e está sofrendo muito. O nome da família é Twentynine. Por favor, orem pela criança e por toda a família. Deus pode curar a criança e restaurar a paz em toda a família. Oro para que este caso sério seja tocado e curado por Deus e transforme-se em testemunho e um sinal do poder de Deus para os incrédulos.

Orem conosco por nossa irmã Ahuva que agora está em grande necessidade de alguém para ficar com ela e cuidar dela. Ahuva é uma das excelências da humanidade de Deus, ela está com 90 anos e foi pioneira dos grandes relacionamentos entre Finlândia e Israel. Ela é uma das primeiras em nossa congregação. Orem para que o Senhor envie a pessoa certa para ficar com ela e cuidar bem dela.

Orem para que o Senhor quebrante os corações de todos aqueles que precisam ser tocados para ofertarem para que possamos iniciar a construção do nosso prédio o mais rápido possível. Orem para que o restante das necessidades financeiras que temos para o prédio seja fornecido por aqueles que Deus vai tocar para ficar com a gente e nos permitir começar a construção em breve.

Por favor, orem por Marcia, Danah, Noaam, Barry, Joey, Beth, June, Horace, e toda a nossa família nos Estados Unidos.

Orem pelos judeus Anussim/Marranos que devem voltar para casa espiritual e fisicamente, isto é, retornando à sua fé e para a Terra de Israel. Temos alguns grandes desafios com o projeto Anussim e estamos trabalhando a respeito deles e orando pelo sucesso.

Continuamos a orar pela geração mais idosa que precisa de força e cura: Sarit, Ilana, Sara, Leah, Zvi, David S., Tim Tucker, Ruby, Paulo, e Liz. Também peço que orem por Pearl em Hong Kong. Ela é uma querida irmã no Senhor, que está doente e os médicos, basicamente, não têm muitas condições de ajudá-la clinicamente. Ela é a mãe de Tony do Hatikva – o rapaz que deu 7.000 relógios chineses da marca Hatikva – que significa a esperança e é o nome do hino nacional de Israel.

Não se esqueçam também de orar por Udi. Ele ainda está fazendo quimioterapia e não consegue trabalhar. Ele precisa de um toque das mãos misericordiosas de Deus em seu corpo e em sua vida. Queremos que ele volte ao trabalho curado, renovado, cheio de energia, e é isso que estamos pedindo a Deus – uma cura completa do melanoma.

A distribuição de alimentos aos pobres de Jerusalém está indo muito bem.

Obrigado a todos os nossos queridos parceiros de oração – continuem orando e nos apoiando nesta grande obra e desafios.

Joseph Shulam

quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Lista de Oração de Jerusalém, 20 de outubro, 2012


Por: Joseph Shulam – De: Singapura

Nunca estive em um lugar tão totalmente diferente de Jerusalém, Israel. A diferença mais visível e marcante é que tudo o que é verde é grande. As árvores são grandes e suas folhas também e há jardins e flores e tudo é mais verde. A outra diferença é que a cidade é muito limpa, não quero dizer com isso que Jerusalém seja suja, mas Cingapura é mais limpa. As pessoas são sempre gentis, mesmo quando há questões sérias sobre a mesa a discussão é muito civilizada, em tom forte, mas gentil. Há muitas raças em Cingapura e também existem as comunidades religiosas clássicas, mas não parece haver o antagonismo que existe em outras partes do mundo entre esses grupos religiosos. Meu anfitrião me proporcionou um carro e motorista. O nome do motorista é Muhammad. Você pode adivinhar a que grupo religioso ele pertence. Ele disse que em Cingapura há paz e compreensão entre as diferentes comunidades, porque há tolerância zero para a discriminação racial e incitamento de ódio. Este não é um paraíso, mas é bom estar em um lugar como Cingapura.

A coisa mais interessante e emocionante sobre estar em Cingapura é o trabalho visível do Espírito Santo entre um grupo pequeno, mas poderoso de cristãos individuais. O que tenho visto nas pessoas que conheci aqui em dois dias é que há uma séria procura pela verdade.  Encontrei-me com alguns cristãos gestores de elite em economia, política, indústria, e até mesmo o ex-comandante da polícia de Cingapura. O interesse deles pela verdade bíblica e não pela igreja e pelas tradições denominacionais é, e deve ser a obra do Espírito Santo. É muito raro em minha própria experiência estar entre cristãos, mesmo pregadores e pastores que estejam verdadeiramente muito interessados em descobrir a verdade da Palavra de Deus e em buscá-la diligentemente. Na verdade, a minha experiência é que quando pregadores se reúnem para almoçar ou jantar um dos últimos temas que eles discutem é a Palavra de Deus. Esportes parece ser o tema preferido na maioria das conversas. Estou em Cingapura há três dias e ainda não encontrei um pregador ou pastor. Pode ser que amanhã terei sorte de encontrar alguns na igreja em que vou ministrar.  Ontem à noite ministrei por longo tempo a um grupo de cerca de 20 jovens, entre eles alguns adolescentes. Esses garotos eram afiados, atentos, envolvidos, muito respeitosos e educados, mesmo quando eu era um pouco duro com eles (para manter o bom humor) respondiam graciosamente. Neles também a fome e a abertura para aprender coisas novas da Palavra de Deus eram muito visíveis e claras.

 Vejo o mesmo acontecendo entre os jovens da nossa própria congregação em Jerusalém. Há um senso de urgência e de zelo pela verdade e pelo envolvimento com a obra do Reino. Nossa congregação perdeu nosso Hazan (Cantor) e, há algum tempo perdemos um dos nossos leitores da Torá e o segundo leitor é Udi que está muito doente agora e muitas vezes não pode vir à congregação e ler. Os jovens se mobilizaram e estão preparando e lendo o texto da Torá aos sábados. Temos um novo Hazan (Cantor) que também é leitor e líder de adoração. Assim, a lacuna foi fechada pelos nossos jovens que se levantaram para a tarefa e a têm desempenhado com tanta dedicação e com tal zelo que faz a nós da antiga geração nos sentirmos tão orgulhosos e incentivados!

Quero voltar ao primeiro ponto que é a fome pela verdade, o amor à mesma, e o zelo em estudar a Palavra de Deus para descobri-la. Nós, Civilização Ocidental, ainda estamos muito mergulhados na “cultura” Pós Moderna onde a verdade é relativa e muito menos importante do que a forma. No entanto, vejo que o Espírito Santo não tira férias e ainda está trabalhando intensamente. Quando viajo ao Extremo Oriente e à América do Sul vejo que a fome e a busca da verdade na Palavra de Deus é a maior força motriz conduzindo a geração mais jovem, a liderança, e produzindo crescimento. Aqui está alguns dos sintomas desta obra do Espírito Santo, a quarta onda de avivamento nas igrejas:

  1. Profundo desejo e amor por Israel. Isso não foi ensinado no currículo denominacional tradicional. É algo que as pessoas têm recebido pela Palavra de Deus e pela obra do Espírito Santo apesar de suas doutrinas denominacionais e tradições.

  1. Desejo de aprender hebraico e em alguns lugares, grego. Não estou falando de pregadores ou pastores que estudaram nos seminários e universidades. Estou falando de discípulos comuns do Messias, com empregos comuns, e donas de casa que têm filhos pequenos para cuidar.

  1. Cristãos que estão dispostos a passar uma ou duas noites por semana em pequenos grupos na casa de alguém abrindo suas bíblias e cavando a Palavra de Deus para saber o que realmente está escrito lá.

  1. Discípulos do Messias que não estão interessados mais em chafurdar na política da igreja e em preconceitos denominacionais e não se importam de receber em suas casas e estudos bíblicos pessoas de diferentes experiências denominacionais, contanto que a Palavra de Deus seja o centro de sua discussão.

Estou certo de que há outras características para descrever este fenômeno do que o Espírito Santo está operando esses dias no Extremo Oriente e que deve estar em outros lugares, mas agora pode ser que  essas características sejam suficientes para você se questionar se isso é algo que gostaria de ver acontecer em seu dia-a-dia. O desenvolvimento de um amor de verdade é absolutamente essencial para uma caminhada fiel com o Senhor. “A vinda do iníquo é segundo a eficácia de Satanás, com todo o poder, e sinais e prodígios da mentira, e com todo engano de injustiça aos que perecem, porque não acolheram o amor da verdade para serem salvos. É por este motivo, pois, que Deus lhes enviará a operação do erro, para darem crédito à mentira, a fim de serem julgados todos quantos não deram crédito à verdade; antes, pelo contrário, deleitaram-se com a injustiça.” (2 Ts 2:9-12)

Quando uma pessoa, uma igreja, ou uma denominação pára de amar a verdade incorre em grave perigo de que lhes seja enviado um forte engano para que possam acreditar em uma mentira e sofrer as conseqüências. A história está cheia de exemplos deste fenômeno e todos nós devemos estar cientes deste perigo para nós mesmos e para as nossas comunidades. Peço a Deus com profundo temor por mim próprio e por nossa comunidade para nunca deixarmos de amar, de procurar a verdade e de sermos honestos sobre isso. Um dos maiores perigos para a verdade é uma grande mentira que diz: - “Eu tenho a minha verdade!” – Não há tal coisa como “Minha verdade”. A verdade, por definição, é algo que deve ter comprovação de fatos e testemunhas. Alguém pode dizer: “Eu não estou doente, não tenho problemas mentais”, mas ele toma medicamentos para transtorno mental. Ele está doente ou não? Os maiores enganos são aqueles auto-infligidos e que podem ser verdade para os indivíduos, denominações, congregações, e às vezes até para nações. Eu peço a Deus para proteger a todos nós desse engano e para aumentar o amor pela verdade em todos nós, em nossas comunidades, e em nossas nações para que andemos na verdade e sejamos livres. Como diz o Senhor: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. A chave para esta afirmação é o enfático, “conhecereis a verdade”.  A única maneira de saber que você conhece a verdade é examinando os fatos. Sugiro que todos nós trabalhemos um pouco mais para descobrir os fatos e fugir dos mitos e dos “contos da carochinha”.

De Cingapura, se Deus quiser voarei para Hong Kong e de lá para a China para ensinar em dois seminários. Os estudantes da China são extremamente talentosos e têm grande zelo em aprender a Palavra de Deus. Eu estou entre os primeiros israelenses, e discípulos judeus de Yeshua a chegar à igreja oficial da China com uma mensagem de Restauração. Tony, e nossos queridos líderes coreanos se juntarão conosco nesta viagem à China e todos nós precisamos de seu apoio e de suas orações para esta viagem. Isso é extremamente importante porque estamos entre os primeiros a enfrentar o desafio e temos a carga de compartilhar o conceito de Restauração e do lugar de Israel no plano de Deus para a salvação a esta grande igreja da China.

Continuamos a orar por Udi. O nódulo dele encolheu significativamente e todos nos alegramos por isso. Ele ainda tem um longo caminho a percorrer e devemos continuar orando e apoiando-o, clamando ao Senhor por sua cura.

Em Cingapura, eu visitei o Sr. Abraham Goh no hospital.  Ele tem 96 anos, sua mente está afiada e muito cognitiva, mas seu corpo precisa de um toque da graça de Deus para cura. Por favor, orem por ele. Este homem é necessário aqui por alguns anos mais. Apesar de sua idade avançada há coisas que ele precisa fazer para sua família. Estou orando e peço a todos que orem rogando ao Senhor para acrescentar ao menos alguns anos à sua vida plena e rica Nele.  

Por favor, continuem a orar pela Rádio Kol HaYeshua. Recebemos algumas respostas interessantes de judeus religiosos que foram motivados através da Rádio a pesquisar, estudar a Palavra de Deus, e olhar para o Messias. Precisamos de mais energia, zelo e ensino concentrado para a Kol HaYeshua e para isso eu preciso estar mais em casa e ter mais paz de espírito. Orem por Oleg, que assumiu a responsabilidade total da Kol HaYeshua enquanto Udi está fora por motivo de doença. Ele está fazendo um bom trabalho, mas precisa da ajuda de Deus, como todos nós.

Falei a respeito da poda que nossa congregação está passando. Posso confessar-lhes que isso é muito difícil, mas também é muito necessário e há dor e alegria ao mesmo tempo. Os ramos tiveram que ser tirados para que novos e saudáveis ramos possam crescer. Estamos em oração e cheios de esperança pela renovação e revitalização que está chegando ao Netivyah e à congregação Roeh Israel e abençoamos a todos aqueles que saíram com uma medida cheia da bondade de Deus e de boa saúde. Precisamos de suas orações por esta fase de transição, de reconstrução e replantação, em que vemos um crescimento saudável chegando. Por favor, orem por nós dos quatro cantos do mundo, e também por Jerusalém e pela situação em todo o Oriente Médio.

Estamos em negociação para o início da construção de nosso prédio. Ainda necessitamos de mais fundos. O Bom Deus nos abençoou com a maioria dos fundos de que precisamos para a construção, mas agora precisamos de fundos para o interior, cozinha, móveis, ar condicionado, canalização e acabamentos. A soma que precisamos agora é de pelo menos 500.000,00 dólares. Tenho certeza de que o Senhor pode tocar alguns de vocês para contribuir com essa tarefa muito importante que será um testemunho e um local para os discípulos de Yeshua adorarem a Deus e aprenderem a Sua Palavra em Jerusalém, em um ambiente e estilo judaicos, e com a ênfase na congregação do primeiro século, isto é, assim como foi em Jerusalém nos tempos antigos, será agora em nosso tempo.

A distribuição de alimentos está indo muito bem e estamos alimentando um grande número de pessoas toda semana. Os alimentos distribuídos a cada família são suficientes para a semana toda. Yuda está realizando um grande trabalho juntamente com Nancy, Ludmila, Oleg, e às vezes, Daniel e Hannah na gestão das pessoas e a quantidade de produtos para cada semana. Orem por estes excelentes trabalhadores e por aqueles que vêm receber os alimentos. Oremos para que Deus abençoe a cada um deles, a fim de que tenham condições de repartir com outros e não precisem receber alimentos de nós ou de outros que estão fazendo o mesmo tipo de trabalho tão importante para os pobres de Jerusalém.

Continuem a orar pelos doentes crônicos entre nós: Ahuva, Leah, Ilana, Miriam, Sarit, Tanya, Liz, Paulo, Tim Tucker, Satu-Maria, Sara, Zvi, David. S., e Marcia.

Não se esqueçam de orar também por Danah, minha filha, e Noaam, minha neta. Elas necessitam de oração por saúde e por solução de problemas.

Todos nós devemos orar pela situação política em nossos países. Haverá eleição nos Estados Unidos em novembro e, em janeiro, em Israel. Oremos para que a mão de Deus possa dirigir e nomear os líderes certos para o nosso tempo nos dois países. Oremos também pela Síria e todo o mundo árabe, que está passando por mudanças tão dramáticas e grandes desafios nestes dias. Na Síria, o número de mortos ultrapassou 25.000 pessoas, a maioria das quais são civis, mulheres, crianças e homens idosos. Oremos para que a Rússia, China e Estados Unidos possam despertar suas glândulas humanitárias e fazer alguma coisa para parar a guerra na Síria e proteger o rei da Jordânia e as pessoas que realmente querem a paz e a liberdade para suas nações. Esta é uma oração importante para o bem de todo o Mundo, e os discípulos de Yeshua devem orar com todo o coração pelo mundo inteiro e não apenas por nossas próprias necessidades locais e pessoais.

Bênçãos a todos vocês e muito obrigado por estarem com o Netivyah e com Israel,

Joseph Shulam

quarta-feira, 10 de outubro de 2012

Lista de Oração de Jerusalém, 3 de outubro, 2012


Por Joseph Shulam

Estamos no meio da Festa das Cabanas ou como algumas pessoas a chamam, a Festa dos Tabernáculos. Em hebraico esta festa é chamada de “Sucot”, e é uma das três principais festas da Bíblia. Ela é chamada também  a Festa da Colheita. A razão pela qual ela é chamada de Colheita é porque é a última festa antes do inverno chegar e após a primavera e verão, quando as culturas dos campos e das vinhas já estão recolhidas aos armazéns e aos silos e os tonéis de vinho também estão cheios. Precisamente neste momento de fartura e tranqüilidade a ordem é deixar sua casa permanente e confortável com um bom telhado que não tem goteiras quando chove e com janelas que bloqueiam os ventos, para construir uma estrutura temporária sem teto e sem janelas na qual você não estará protegido da chuva nem do vento.  Bem, existem alguns aspectos muito importantes nesta Festa de Sucot – Cabanas – Tabernáculos. Em primeiro lugar, Sucot é a celebração da nossa igualdade e unidade.  O ano todo nós moramos em casas, algumas são ricas, casas de campo, castelos, e algumas são pobres, lotadas e em ruínas. Quando construímos a Sukkah e comemos dentro dela – somos todos iguais e  ficamos  todos molhados quando chove.

Em segundo lugar, habitar na Sukkah é um lembrete para nós de que nesta vida somos todos turistas, peregrinos, nômades, vagando por esta terra árida. Não temos residência permanente neste mundo. Não temos coisa alguma em que nos apoiar neste mundo a não ser no Senhor nosso Deus. Essa ideia de que somos estrangeiros neste mundo e que estamos aqui só de passagem é algo de uma importância tão grande. Não podemos realmente aprender a confiar em Deus e em Suas promessas se primeiro não aprendermos a nos desligar e deixar de confiar em nossas coisas, casas e contas bancárias. Sucot é a última festa para nos lembrar de que somos todos como violinistas no telhado, nada é estável e nada é permanente neste mundo. O Apóstolo Paulo diz a mesma coisa de modo muito moderno: “Não atentando nós nas coisas que se vêem, mas nas que não se vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que não se vêem são eternas” (2 Cor. 4:18).

O terceiro ponto muito importante em Sucot  é o uso das “Quatro Espécies”. Ele é baseado no texto em Levítico 23:40 que diz: “No primeiro dia, tomareis para vós outros frutos de árvores formosas (cidra), ramos de palmeiras, ramos de árvores frondosas e salgueiros do riacho; e, por sete dias vos alegrareis perante o Senhor vosso Deus”. Essas quatro plantas, de acordo com a tradição judaica, devem ser seguradas em uma mão e balançadas em todas as direções.  Os gregos tinham uma divisão em duas partes – o preto e branco, o bom e mau, e nada mais. Os hebreus dividem a humanidade em quatro espécies – um que é bom, que tem bom cheiro e bom sabor – a cidra. O outro é sem cheiro e sem sabor – o salgueiro. O terceiro está, na verdade, na zona cinzenta – ele não é bom nem ruim – tem sabor e não tem cheiro, a tâmara. A quarta espécie é a murta que também é cinzenta – tem bom cheiro e não tem sabor. Quando uma pessoa tem as quatro espécies em sua mão, ela demonstra que estamos todos unidos e que cada um preenche o que falta no outro, então, quando estamos todos juntos, temos todos, bom cheiro e bom sabor. Esta é também uma lição muito importante que todos nós temos de aprender repetidamente.

O segundo significado das quatro espécies é a unificação do nome de Deus. Como você sabe que o nome de Deus em hebraico tem quatro letras, em grego é chamado “Tetragrammaton”, palavra que significa “quatro letras”. Então, quando um judeu segura essas quatro espécies em sua mão e sacode-as em todas as direções o que ele realmente tem em sua mente é unir o nome de Deus e estar unido com a identidade da Unidade de Deus. Isto é algo tão especial e significativo, participar na apresentação da unidade de Deus e demonstrar essa união através destas quatro espécies que complementam uma à outra.

A última coisa na Festa de Sucot está também no último dia da festa, como relatado no capítulo 7 do Evangelho de João – o último dia é a celebração da Torá (a Lei de Moisés) e também a festa de água. Há uma celebração da Torá de Deus e também da mudança de redação na oração. A partir deste dia – o último dia de Sucot começamos a orar diariamente por chuva.  Foi neste dia e nesta celebração que Yeshua disse aos Seus discípulos, conforme está escrito: “No último dia, o grande dia da festa levantou-se Yeshua e disse em alta voz: Se alguém tem sede, venha a mim e beba. Quem crer em mim, como diz a Escritura, do seu interior fluirão rios de água viva” (João 7:37-38).

Então, você tem aqui um pouco do significado de Sucot – a Festa das Cabanas ou dos Tabernáculos.

Logo após o último dia da festa, temos uma mini-conferência para o planejamento do próximo grande evento para os judeus Marranos/Anussim. Teremos uma conferência de três dias e sessão de planejamento para a conferência principal. Teremos pessoas de vários países se reunindo para orar e planejar. Nós precisamos de sua oração por esta conferência para que seja bem sucedida e façamos planos práticos e sensatos. Queremos ter um grande evento que vai influenciar Israel a abrir as portas para esses descendentes de judeus que foram obrigados a se converter ao catolicismo.

Por favor, orem pela viagem que Márcia estará fazendo na próxima semana após a Festa dos Tabernáculos. Ela estará indo ao Ocidente para estar com Danah e em seguida visitar Barry e seus pais no leste do Tennessee. Eu irei para Singapura, primeiro, e, em seguida, para Hong Kong e de lá para a China, Coréia, e Japão. Estas viagens são longas e eu preciso de suas orações e ajuda para me manter saudável e forte e realizar um bom trabalho apresentando a Palavra de Deus.

Fizemos a licença de construção definitiva e agora estamos numa correria procurando um local para alugar para a congregação , temos que encontrar imóveis de aluguel para as lojas que estão garantidas por “depósito” de arrendamento em nossos edifícios,  temos que alugar um local para armazenamento, e todas essas coisas demandam  tempo e dinheiro. Sem a ajuda de Deus tudo será tão difícil! Precisamos de Sua intervenção e ajuda, por isso temos que clamar pelo Nome do Senhor rogando Suas bênçãos sobre nós na execução dessas tarefas. Esperamos começar a construir no início de 2013.

Com as bênçãos do Senhor vêm sempre os ataques do outro lado. Temos algumas graves perturbações em nossa congregação, mas ao longo do tempo tudo concorre para o bem daqueles que amam o Senhor. Esta é uma época de poda em nossa congregação e de concentração na preparação da próxima geração. Precisamos de suas orações por sabedoria e dedicação para conseguirmos manter a maioria de nossos membros, especialmente os jovens adultos e as famílias jovens ajudando-os a desenvolver seus dons e talentos. Quando o edifício estiver construído e terminado esperamos ter uma forte estrutura de jovens dedicados, disciplinados e treinados para avançar e crescer como profissionais em todas as áreas e dar um bom testemunho de sua fé.

Continuamos a orar pelos idosos e doentes em nossa congregação e entre os nossos amigos ao redor do mundo que nos pedem para orar por eles.

Em Jerusalém, temos as seguintes pessoas que precisam de oração por cura: Zvi e Sara, Sarit, Ahuva, Ilana, Leah, Marcia, David S., David K., e Tatiana. Em outras partes do mundo – continuamos a orar por Tim Tucker, Anne, Paulo, Liz, família Ishiida, Sra. Sadako, Danah, e Noaam.

Pedimos a todos que continuem a orar pelas finanças do edifício. Nós vamos ter que alugar um local para a congregação e também duas lojas para os inquilinos de arrendamento e tudo isso tem que acontecer antes de iniciarmos a construção.

Orem por Israel e por todo o Oriente Médio – tudo parece estar em crise entre todos os nossos vizinhos e Israel está no meio desse mar de ódio, de motins, de assassinatos, e sem a ajuda de Deus não temos chance alguma de sobreviver. O Irã é uma verdadeira ameaça para Israel e para a calma na região. Há duas orações que eu faço por Israel: A primeira – é para que nós, como nação nos arrependamos e busquemos o Senhor com todo o nosso coração e alma. Se nos arrependermos e voltarmos para Deus – eu creio que Ele vai cuidar de nossos inimigos como Ele fez nos dias de Moisés e Josué.  A segunda, é para que Deus opere um milagre e destrua nossos inimigos como Ele fez com o exército de Faraó na travessia do Mar Vermelho. Estou orando a Deus para fazer isso pela segunda vez. Um bom terremoto poderia resolver o problema da construção nuclear do Irã. Toda a instalação subterrânea para enriquecimento de urânio pode entrar em colapso em poucos segundos. Deus pode fazê-lo e Ele fez isso no passado para salvar Seus filhos.

Por favor, orem por todos nós, pelo trabalho do Netivyah e pela Congregação Roeh Israel. Estamos todos passando por transição e isso nem sempre é fácil.

Bênçãos a todos vocês e uma grande e maravilhosa alegria no Senhor,

Joseph Shulam 

quinta-feira, 23 de agosto de 2012


Lista de Oração de Jerusalém, 15 de agosto, 2012.

De Belo Horizonte, Brasil – Joseph Shulam


Ontem à noite eu cheguei a Belo Horizonte, Brasil. Hoje eu vi o Museu da Inquisição, que o nosso irmão Marcelo construiu. Ele é verdadeiramente uma testemunha para dois principais temas que compõem a nossa história como judeus e como cristãos. O Museu é um monumento a dois fatores principais que têm ligado a história da relação entre a Igreja e Israel. Esses fatores são mais bem descritos na Hagadá da Páscoa: “Em cada e toda geração eles se levantam contra nós para nos destruir. E o Santo, bendito seja Ele, nos resgata de suas mãos”. Não só a Igreja Católica, mas também as igrejas protestantes, ortodoxas e os mulçumanos, todos têm feito o seu melhor dentro de suas possibilidades para acabar com a nação judaica por todos os meios possíveis. Um dos piores capítulos da história chamada “cristã” é de fato o capítulo das inquisições, Espanhola e Portuguesa. Estas duraram mais de três séculos e trabalharam sistematicamente para se livrar dos judeus ou por conversão forçada ou pela queima na fogueira e por torturar até a morte os que foram acusados de serem Judaizantes. Judaizantes eram aqueles que foram forçados a se converter ao cristianismo e depois disso participavam ou praticavam algum rito judaico, como acender velas na noite de sexta ou usar roupas limpas após tomarem banho na sexta-feira. Este Museu que estamos inaugurando é o primeiro deste tipo, e no início a comunidade judaica no Brasil o rejeitou e não quis participar. Depois que olhou e viu a mensagem que este museu está enviando ao mundo a liderança da comunidade judaica também entrou no vagão e vai participar. O mais surpreendente é que a Universidade Católica do Brasil também vai participar e apoiar este museu.

A história não pode ser enterrada. A injustiça histórica não pode ser silenciada. A maneira como Deus disse a Caim: “O sangue de teu irmão está gritando da terra”. Ele vai continuar a gritar e proclamar a injustiça cometida contra o povo judeu por aqueles que se chamavam cristãos.

Porque é importante que as pessoas saibam o que a Igreja Católica fez com os judeus nos séculos XIV-XVIII? A razão é muito simples. Primeiro, o conhecimento dessas atrocidades pode ajudar a Igreja Católica a se arrepender e uma parte do arrependimento deve ser a restituição da dignidade ao povo judeu e aos descendentes das vítimas da Inquisição. Em segundo lugar, a mensagem que um arrependimento sincero pode enviar ao povo judeu. Minha família me rejeitou quando aceitei Yeshua como o Messias. O motivo não foi porque eles eram religiosos, mas porque para eles o cristianismo era considerado o inimigo! Para a minha mãe, quando eu passei a crer em Yeshua me uni ao inimigo de Israel. Esta atitude é ainda muito difundida entre os judeus do mundo inteiro. A única maneira de mostrar à nação judaica que este ódio não é real e não é verdadeiro é fazendo duas coisas: 1) Demonstrar amor ao povo judeu, ao judaísmo, e ao patrimônio judaico. Demonstrar valorização ao que o povo judeu tem feito para o mundo. 2) Aceitar os judeus e os discípulos judeus de Yeshua como irmãos, sem acusação de ser judaizantes toda vez que comerem um picles kosher.

Em 1975 “Falai ternamente a Jerusalém”, foi publicado pedindo as Igrejas cristãs para fazerem pelos seus irmãos judeus como os líderes da Igreja fizeram no livro de Atos, capítulo 15. Os gentios no Corpo do Messias devem publicar uma declaração oficial que afirma claramente que os judeus que aceitam Yeshua como o Messias podem e devem continuar seu estilo de vida judaico e observar os mandamentos e tradições de seus antepassados. A organização Rumo ao Concílio de Jerusalém II, foi iniciada há mais de uma década atrás, com objetivos semelhantes, mas não avançou muito em direção o esse objetivo. Na verdade transformou-se em um tipo de desculpa ecumênica judaico-messiânica, protestante, e católica. A abertura e dedicação do Museu da Inquisição em Belo Horizonte, Brasil, na verdade é uma lembrança muito marcante e realista do que os cristãos têm de se arrepender. Os instrumentos de tortura que foram copiados e reproduzidos em tamanho real e as obras de parede expostas neste museu são como um monumento sem palavras da relação entre judeus e cristãos durante muitos séculos. Os ministérios Netivyah, ABRADJIN, e Ensinando-de-Sião têm a profunda convicção de que este Museu será uma ferramenta e um catalisador para aumentar a conscientização a respeito destas atrocidades cometidas contra os judeus pela Igreja de Roma.

A história não perdoa e nunca esquece! A única maneira de o povo judeu se abrir para Yeshua e para aqueles que se dizem discípulos de Dele (cristãos) é vendo uma confissão massiva e sincera, um arrependimento sincero e uma tentativa verdadeira de restituição da dignidade e de compensação para com Israel e o povo judeu.

Agora a boa notícia. Se você entrar em nosso site www.netivyah.org  e olhar o projeto de construção, verá um milagre. A soma das contribuições enviadas para o projeto de construção subiu para 1,8 milhões. Estamos perto da marca de 2 milhões. Deus realmente tem feito milagres, mas Ele não transformou água em vinho, Ele usou pessoas – pessoas maravilhosas que amam Deus, Seu Reino, Israel, e o ministério Netivyah. Abençoamos todas as pessoas que  contribuíram e aquelas que fizeram tão grande sacrifício para fazer a construção deste prédio da primeira Sinagoga dos Discípulos Judeus de Yeshua em Jerusalém chegar mais perto de se tornar realidade.

Os primeiros fundos importantes que vieram para a construção em Jerusalém foram inicialmente de uma senhora, idosa, que subiu ao pódio na Igreja Onnuri durante um de meus seminários de ensino e entregou um envelope contendo 1000 dólares. Ela disse que, se 2000 pessoas dessem mil dólares cada uma, seria suprida a quantia  necessária para a construção. A segunda doação veio de uma pequena Igreja em Seul, na Coréia, que pediu a seus membros que jejuassem o almoço por 40 dias e doassem o dinheiro para a construção em Jerusalém. Esta igreja chamada NewLife realmente jejuou 40 dias e levantou 50.000 dólares para a construção. Estes são todos atos da providência divina. Esta última doação que o Netivyah recebeu de uma fonte anônima é também um ato providencial de Deus usando pessoas que amam a Ele,  a Seu Reino, e ao povo judeu. Que Deus cumpra suas promessas a todos aqueles que abençoam Israel.
“De ti farei uma grande nação, e te abençoarei, e te engrandecerei o nome. Sê tu uma bênção! Abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; em ti serão benditas todas as famílias da terra” (Gn 12:2-3).

Alguns, poucos, cristãos não-judeus que foram influenciados pelo cristianismo e por doutrinas denominacionais rejeitam esta promessa e dizem que ela é do Antigo Testamento e que não é para hoje. No entanto, isso é tolice, porque esta promessa não foi dada à nação de Israel, e sim, ao nosso pai Abraão, e ela faz parte da aliança abraâmica. Toda a relação de fé e eleição está baseada na aliança  Abraãmica e não na aliança dada por Deus a Israel no Monte Sinai. Eu abençôo a todos vocês que contribuíram financeiramente para com Israel através do Netivyah e a todos aqueles que ainda irão contribuir com esta bênção Abraâmica que tem sido comprovada em milhares de anos na história.

Ainda estamos em grande necessidade para a construção. Como em quase todos os projetos de construção o custo das coisas está subindo e ainda necessitamos de apoio e contribuições para o edifício. Por favor, continue a abençoar o projeto de construção do Netivyah e dê toda a sua colaboração para suprir o restante de fundos necessário para o mesmo.

Temos alguns obstáculos legais para transpor agora. Entre esses obstáculos está o que fazer com as duas lojas que estão sob o que é chamado de “luvas” ou “arrendamento protegido” e não podem ser extintos sem compensação. Por favor, orem para que o Senhor abra os corações destas pessoas e que tenhamos os recursos para pagá-las e liberar estas lojas para o uso do Netivyah.

Está todo mundo agitado e preocupado com as ameaças do Irã contra Israel. Normalmente, eu não escrevo muito sobre a situação política em Israel. Não se preocupem Deus ainda está no controle e todas as Suas promessas serão cumpridas. Israel não atacará o Irã, pelo menos não em um futuro próximo, nem os Estados Unidos atacarão o Irã desde que tem a guerra no Iraque e no Afeganistão se armando. Vamos todos concentrar em oração para o Reino de Deus avançar e produzir frutos.

Todos nós precisamos orar para as Boas Novas se espalharem e trazerem as pessoas à fé. Isso não vai acontecer se a Igreja ficar esperando que seus “pastores” e “evangelistas” façam este trabalho. Cada um de nós é um representante de Deus e irmão de Yeshua e se você tem uma mensagem para compartilhar na qual realmente acredita e está entusiasmado a respeito – você vai compartilhá-la e ela vai se espalhar e produzir frutos para o Reino de Deus. As pessoas reclamam mesmo em nossa congregação em Jerusalém que não há evangelismo suficiente acontecendo e é verdade, mas a responsabilidade não está sobre o ministro ou o Ministério da Juventude, ela está sobre os membros. Isto é verdade em toda congregação. Os membros são aqueles que estão lá fora no mercado, que encontram as pessoas, que têm que levar a mensagem a todo lugar e aproveitar cada oportunidade para compartilhar com alegria e felicidade o que Deus fez, tem feito, e pode fazer pela geração perdida que está morrendo. Vamos todos orar para que a glória de Deus se manifeste em todos os membros de nossas congregações e que Deus mantenha a chama e o zelo pelas Boas Novas Dele queimando em todos os nossos corações.

Chegamos à oração pelos enfermos entre nossos amigos e irmãos: Gostaria de mencionar em primeiro lugar uma irmã muito querida e dedicada na Geórgia, Liz. Temos orado e precisamos continuar orando por ela. Ela passou por uma cirurgia há alguns meses e agora  tem de repetir a cirurgia. Ela mora sozinha e precisa de amigos e irmãos para cuidar de suas necessidades, enquanto está doente e vai novamente para a cirurgia. Eu oro para que os médicos tenham sabedoria e experiência de ouro para fazer a coisa certa e abençoar Liz com mais saúde e cura total.

Por favor, continuem orando pelo Sr. Goh See Hong de Singapura, pela família Ishiida, Sra. Sadako San e Shoko San, do Japão. Orem também por minha família, Danah, Noaam, Barry, Beth, Joey, e os pais de Márcia.

Continuem a orar pelo Dr. Tim Tucker e por Ruby nossa querida irmã. Orem por Paulo no Brasil que está precisando de cura divina para suas emoções.

Em Jerusalém, temos nossos queridos irmãos anciãos que precisam de cura e restauração da saúde física: Ahuva, Leah, Ilana, Sara, Zvi L., Zvi D., David S., David K., Sarit, Ludmila, Alina, e Tania. Ouvi dizer que Naama novamente não está bem de saúde. Naama é uma querida irmã de nossa congregação que tem tido muitos problemas por causa de seus maus antecedentes e mau estilo de vida que deterioraram sua saúde.

Visite o site do Netivyah, leia, veja o que estamos fazendo e encontre maneiras de como você também pode participar. (www.netivyah.org)

Preciso de orações por mim e especialmente por Márcia durante este período em que estamos viajando muito. Danah minha filha e Noaam continuam orando e buscando a Deus por uma dispensação especial de Sua graça e amor para estas duas muito dedicadas seguidoras de Yeshua nosso Messias.

Peço-lhes que orem pelas pessoas que necessitam de emprego e bênção financeira. Deus é o provedor de todos nós e não há porque não LHE pedirmos para suprir as necessidades de nossos irmãos: Tomi San, Jonathan e Robin, Laurel, Victor e Yael, Dan e Hadara, Naama, e Noah.

Por favor, orem pelo projeto Anussim/Marrano. A questão da Aliah e do retorno do povo judeu à terra de Israel é uma questão fundamental para a própria sobrevivência do Estado de Israel e para a realização das promessas de Deus pela boca dos profetas do passado. Estamos trabalhando em prol da restauração desses judeus perdidos, pela sua volta ao aprisco de Israel, e sem suas orações e apoio o fardo seria grande demais para qualquer um de nós.

Orem pelo nosso irmão Marcelo no Brasil que está trabalhando arduamente para obter o Museu pronto para a cerimônia de dedicação no domingo. Orem por sua família e sua saúde.

Entre no seguinte link e veja o que eles têm feito e louvem ao Senhor conosco por esta grande visão e projeto:


Deus esteja com todos vocês e os abençoe de acordo com Suas promessas a Abraão, Isaque e Jacó!

Obrigado a todos por suas orações e apoio.

Joseph Shulam

P.S. – Eu estou planejando agora a viagem para o Extremo Oriente. Vou começar a viagem logo após o feriado bíblico do mês de Tishrey.  Ainda preciso levantar fundos para a construção e espero que sejam fundos suficientes para comprar de volta as duas lojas na parte inferior do nosso prédio que estão em “luvas”, como arrendamento protegido. 

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Lista de Oração de Jerusalém, 19 de julho, 2012


Joseph Shulam do Sul da Califórnia

A notícia de Israel é que um ônibus cheio de turistas israelenses foi bombardeado em Burgas, Bulgária. Uma vez que a Turquia tem sido bastante dura e insensata com Israel e desde que tenha havido várias ameaças à segurança contra alvos israelenses na Turquia o turismo se deteriorou entre a Turquia e Israel. Alguns anos atrás, a área de maior conflito para turistas israelenses era a costa sul da Turquia. No entanto, por causa da situação política os turistas de Israel pararam de visitar a Turquia e mudaram para a costa de ouro da Bulgária em Varna e Burgas. Hoje, um ônibus cheio de turistas israelenses foi bombardeado em Burgas e há pelo menos sete mortos e perto de 30 ficaram feridos, provavelmente, por um fundamentalista islâmico associado ao Hamass, ou uma das organizações terroristas do Hezbollah. A exportação da guerra do Oriente Médio para a Europa é uma das questões mais perigosas que precisa da atenção de Deus e do mundo todo. Os Estados Unidos já pagou um preço alto em 11 de setembro de 2001, quando quatro aviões foram seqüestrados por terroristas islâmicos e mataram milhares de pessoas nas Torres Gêmeas do World Trade Center em Nova York, Washington DC, no Pentágono e no avião que caiu na Pensilvânia. Na verdade, a qualquer momento que alguém está voando e passando por um aeroporto em qualquer lugar do mundo, ele deve lembrar que o Islã está em guerra com o mundo e especialmente com o Ocidente e com o cristianismo e o judaísmo. Deveria estar claro agora para quem tem um cérebro que esta guerra não é por causa de terra, ouro, ou algum elemento tangível pelo qual o homem luta em guerras normais. Esta é uma guerra muito antiga, entre o mundo islâmico e o cristianismo. É a mesma guerra que Salah El-Din lutou contra os cruzados. É a mesma guerra que Jefferson e os Estados Unidos lutaram contra os piratas de Barberry. Jefferson, o presidente dos Estados Unidos foi a Paris para negociar a paz com eles e seus líderes recusaram a paz que os Estados Unidos haviam oferecido a eles e disseram que o que eles querem é que a América se converta ao Islã. Jefferson enviou os fuzileiros navais contra eles e os destruiu em suas bases em Trípoli, Líbia. É por isso que no Hino da Marinha diz “dos salões de Montezuma às praias de Trípoli”. O problema é que Jefferson não é o presidente dos Estados Unidos agora. Se o mundo não condena os terroristas e o terrorismo e a violência contra civis inocentes nos termos mais fortes possíveis isto vai continuar e devorar ambos - os terroristas e suas vítimas. Israel precisa de sua oração e os árabes também e, todo o Oriente Médio precisam de suas orações. Eu sempre oro para que Deus nos dê a vitória sobre os nossos inimigos à Sua maneira, e livre-nos como seres humanos e como a família de Abraão, nosso Pai, de ter que lidar com este mal. Oramos a oração do Senhor: “Livra-nos do mal e não nos induzas à tentação”. Aquele que fez todas as coisas e dá vida a todas as Suas criaturas livra-nos a todos do flagelo de extremistas islâmicos e dos terroristas islâmicos. Cristãos de todo o mundo deveriam entender que o terrorismo islâmico não é apenas contra Israel. Se você simplesmente olhar para o mapa do mundo, e ver onde estão espalhadas as áreas de conflito, as guerras e a morte, você verá que o mapa fala por si só. Na Síria, você tem o presidente Assad matando mais de 15.000 pessoas em poucos meses. Estes são os seus próprios cidadãos, árabes, mulçumanos, membros do seu próprio exército, mulheres e crianças. Você vê a mesma coisa no Egito, Líbia, Iêmen, Kuwait e Tunísia. Mais de 200 cristãos foram mortos inocentemente no Egito desde a queda do presidente Mubarak. Três igrejas foram bombardeadas e queimadas no Egito. No momento em que um povo entra no labirinto do terrorismo e pensa que o terror é uma solução para os problemas sociais e políticos – nesse mesmo momento Satanás está no controle dessas pessoas. Por esta razão peço-lhes que orem não somente por Israel, mas por todo o problema do terrorismo islâmico e qualquer outro que assedia o nosso mundo e o futuro da civilização. Os cristãos nos Estados Unidos da América têm de acordar do aconchego de seu inverno e levantar a voz da sanidade e da razão e fazer como nossos 1.000.000 de afro-americanos que marcharam forte em Washington em um protesto organizado, pacífico, alto e visível.  Os direitos da maioria cristã foram vilipendiados nos Estados Unidos e as Igrejas têm mantido silêncio e permitido que isso acontecesse. Se você acha que esta tendência e a deterioração da sociedade e dos princípios e ética bíblicos no Ocidente vai parar sem grande esforço e sem sacrifício, você terá um dia um choque ao despertar e se achar um derrotado desprovido de qualquer dos seus direitos mínimos. Lembre-se da lei bíblica dada por Deus a todo o mundo. Aqueles que abençoarem a semente de Abraão serão abençoados... Não há necessidade de continuar a citação a realidade fala por si só. Orem, orem, e orem – e jejuem e orem de novo ao Bom Senhor para nos ajudar a exaltá-LO aos olhos de todas as nações. Esta é a única maneira que essa onda de terrorismo internacional vai parar. Coloque os princípios e o ensino de Yeshua, e Ele em pessoa, diante do mundo de uma maneira clara, e permita que o mundo faça a escolha mais uma vez. Será que o mundo vai escolher novamente Barrabás, o terrorista, ou o Messias Filho de Daví? Este é o mais forte apelo evangelístico que eu conheço para os incrédulos de hoje em todo o mundo. Ele não é aplicável somente às questões globais, é aplicável também aos nossos problemas pessoais e às nossas comunidades. Ponha-o para funcionar. A parte mais poderosa das Boas Novas (o Evangelho) é o ensino de Yeshua, e esta é uma das partes menos utilizadas dos Evangelhos.

Por favor, continuem orando por nós, pelo Netivyah e pelo nosso ministério em Israel e em todo o mundo. Ainda estamos orando e esperando que o Senhor responda a nossa necessidade. Fomos informados por nossos arquitetos e engenheiros que em poucas semanas terminaremos todo o trabalho e poderemos começar a construir.  Ainda estamos necessitando de pelo menos 1.500.000 dólares.

Por favor, continuem orando por Udi, nosso querido irmão em Jerusalém que está lidando com o câncer. Orem por Ruby, nossa querida irmã, que agora está sozinha resolvendo seus problemas de saúde. Orem por nossa irmã Liz, na Geórgia, que está lidando com alguns problemas de saúde. Continuem a orar por nossos irmãos em Israel, Ahuva, Leah, Ilana, Sara, Zvi L. e Zvi D., David S., David K., Sarit, Tania, e Márcia. Na Finlândia, precisamos manter o nosso querido irmão Tim Tucker em nossas orações. Fiquei triste porque, enquanto estive lá, em junho, não me foi possível viajar para Kopio e visitar o meu professor e amigo Tim. No Brasil, precisamos continuar orando por Paulo. No Japão, precisamos continuar orando por Shoko, e a família Ishiida, e a Sra. Sadako, e todos os que buscam o Senhor e sofrem de alguma enfermidade. Peçamos a Deus para curar a todos os nossos irmãos em todo o mundo e dar a cada um o testemunho positivo do poder de cura de Suas mãos.

Peço-lhes que continuem a orar por Danah e Noaam. Ambas têm necessidade de um toque divino de cura e de terem relatos positivos de coisas boas que Deus tem para elas.

Estamos orando por aqueles em Israel que recebem alimentos do Netivyah. Precisamos aumentar o número de refeições que distribuímos, porque a necessidade está aumentando.

Precisamos trabalhar em nossas apresentações de mídia na internet.

Precisamos trabalhar na publicação de livros e literatura que publicamos.

Precisamos que Deus abençoe nossos filhos e proteja aqueles de nossa comunidade que estão servindo no Exército israelense.

Temos plena confiança de que nosso Senhor ouve as nossas orações e as responde e, pedimos-lhe para se juntar a nós nessas orações.

Estou encurtando esta carta porque tenho que pegar logo a estrada e viajar para ensinar no deserto da Califórnia.

Deus abençoe a todos e cumpra todas as Suas promessas para com vocês e para com todos nós ao redor do mundo.

Joseph Shulam

terça-feira, 17 de julho de 2012

Lista de Oração de Jerusalém, 12 de julho, 2012.


Do Sul da Califórnia, Joseph Shulam

Foi muito bom estar em Valdosta, Geórgia, para o fim de semana. Muitos anos se passaram desde que estive lá. A melhor parte da visita foi rever velhos amigos do Segundo Grau e compartilhar lembranças dos dois anos no início da década de 1960 quando eu era aluno de uma Escola Cristã, na Geórgia.

A lição que todos nós devemos aprender é que os amigos às vezes são mais importantes que a família. Aqui estão alguns versículos de Provérbios que dizem a mesma coisa:

Prov. 17:17 “Em todo tempo ama o amigo, e na angústia se faz o irmão”.

Prov. 18:24 “O homem que tem muitos amigos pode congratular-se, mas há amigo mais apegado que um irmão”.

Prov. 27:10 “Não abandones o teu amigo, nem o amigo de teu pai, nem entres na casa de teu irmão no dia da tua adversidade. Mais vale o vizinho perto do que o irmão longe”.

Valorize seus amigos meus queridos irmãos. Em algumas congregações há muitos que são ambos, amigos e irmãos, ao mesmo tempo. Estes formam o centro da nossa irmandade. Há outros que são nossos irmãos, mas não nossos amigos. Estes são muito queridos por nós, mas eles não são realmente nossos amigos. Com eles, você não pode construir uma comunidade, você pode ter um clube, mas não uma congregação com muita facilidade. A congregação necessita de irmãos que sejam também verdadeiros amigos. Aqueles amigos que fizemos anos atrás e que compartilhavam nossas vidas mesmo se não vemos uns aos outros por muitos anos ainda continuamos amigos, e como amigos, nos alegramos quando um de nós está feliz e nos entristecemos quando um de nós está triste. Esta é uma simples qualidade da amizade. Precisamos de mais amizade em nossas congregações. Isto é verdade em Jerusalém, e não só em Jerusalém, mas também em qualquer outro lugar no mundo. Aprendamos mais com o livro de Provérbios sobre outros assuntos, mas especialmente sobre a amizade.

Estou com Danah, nossa filha, e Noaam nossa neta, e, Márcia está aqui desde o início de junho e vai ficar aqui com elas até o final de agosto. Esta é uma grande ajuda para as duas que estão desfrutando da companhia e ajuda da avó. Nós ainda estamos pedindo oração por Danah e Noaam. Elas precisam de um toque da mão misericordiosa de Deus para cura e para tratamento, tanto físico como espiritual de suas vidas.

O meu ensino está indo muito bem, mas os desafios do fundo para construção ainda estão com muita necessidade de um milagre providencial de Deus que irá nos fornecer os fundos para iniciar a construção em breve. Há um grande progresso em nossa autorização e estamos nas últimas duas ou três obrigações e ao terminar o processo devemos começar a construir. Por favor, intercedam pelo suprimento das carências para o início da construção.

A Rádio Kol HáYeshua é uma bênção muito grande, e agora há irmãos em Israel falando em ter um canal de televisão comercial, que poderá vender tempo aos discípulos de Yeshua para transmitir de Israel na língua hebraica. Isto é realmente algo para se orar a respeito e se tal oportunidade se abrir para nós – seria bom para o Netivyah ser um dos primeiros ministérios a usar esse canal e transmitir em todo o Oriente Médio, na língua hebraica, e pode ser também algo em Inglês e Russo, como nós fazemos na Rádio Kol HáYeshua agora. Por favor, orem pela abertura desta oportunidade. Continuamos com a rádio Kol HaYeshua todos os dias, e esperamos por uma apresentação eficaz das Boas Novas para a nossa nação, para o nosso povo, para qualquer um e para todo aquele que ouve a nossa mensagem. Quando eu voltar para Israel vamos continuar a fazer as mensagens do YouTube sobre as parábolas de Yeshua e posteriormente sobre outros temas que serão de interesse de todos aqueles que estão buscando a verdade da Palavra de Deus. Por favor, orem por estas transmissões e sua produção.

Peço-lhes que orem pela equipe do Netivyah. Estão todos fazendo um ótimo trabalho na administração do escritório e os projetos do Netivyah. O desafio de liderar um ministério e servir o Reino de Deus e o Rei dos judeus na terra de Israel nos dias de hoje é muito grande e difícil. Há inimigos de fora e há, até mesmo como nos dias dos Apóstolos, inimigos de dentro. Temos de trabalhar em três frentes em Israel e pode ser em qualquer lugar do mundo onde queremos ver o Reino de Deus florescer: 1) A Unidade do Corpo do Messias. Temos que curar os crentes em Israel de uma abordagem de mentalidade estreita ao dogma e às linhas denominacionais opressivas. A única maneira que podemos trabalhar em Unidade é nos voltar para o simples princípio de Sola Scriptura que Lutero começou, mas não viveu de acordo com seus próprios princípios e, essencialmente, permaneceu católico, mas sem Roma e sem um Papa. 2) Aprender a trabalhar juntos e nos preocupar mais com os nossos irmãos e com o objetivo maior da salvação de Israel ao invés do enfoque restrito de cada um em edificar seu próprio ministério. 3) Aprender a fazer boas obras na terra. Não devemos ser apenas faladores, mas cumpridores da Palavra o que inclui obras humanitárias e de ajuda e participação social no tecido da sociedade israelense. Este último ponto (3) é muito mais difícil do que parece porque há muito para mudar e limpar das culturas e tradições da diáspora e ao mesmo tempo trabalhar duro para se adaptar à vida israelense e hebraica e fazer o bem à população israelense em geral e não nos limitar ao pequeno círculo dos cristãos e missionários na terra de Israel. Estas, em minha opinião seriam áreas e chaves para um testemunho forte e saudável na terra de Israel. Por favor, orem por esta ordem muito alta e pelo desafio que enfrentamos como um corpo do Messias em Israel.

Orem por minhas viagens e reuniões nos Estados Unidos e daqui para o Brasil e do Brasil para a Espanha. Preciso de proteção sobre a minha saúde. Preciso do favor de Deus, do homem, e dos irmãos. Orem por Márcia para que ela tenha força para cuidar de Noaam e ser uma ajuda para Danah.

Orem por nossa equipe em Jerusalém para continuar a ser sábia e fazer um trabalho muito bom em liderar e cuidar da obra de Deus através do Netivyah e da Congregação Roeh Israel.

Orem pelos seguintes irmãos e amigos que precisam de um toque da cura de Deus: Bonnie tem câncer e ela precisa do favor de Deus e da cura. Ruby está lidando com a perda de sua mãe e com uma doença crônica que basicamente tem limitado-a severamente. Tim Tucker, na Finlândia, continua o tratamento de sua doença em um hospital especial. Ele precisa ser curado e fortalecido por Deus. Márcia está enfrentando a Artrite Reumatóide e a diabetes, e peço-lhes para orar por sua cura completa. Ahuva nossa querida irmã está ficando mais idosa e encara tanto a idade avançada como a perda total de sua audição que a tem isolado. Precisamos cuidar de Ahuva e agora estamos à procura de mulheres na Finlândia, que estejam dispostas a vir e passar, pelo menos, seis meses cuidando de Ahuva. Fornecemos à pessoa moradia e refeições e também uma pequena subvenção financeira que irá abrir boas oportunidades e suprirá as necessidades básicas de qualquer um. Oramos por June e Horac, os pais de Márcia no leste do Tennessee. Precisamos continuar a orar por David S., David K., Leah, Sarit, Dra. Tania, Ludmila, Liz, Paulo, e por todas as pessoas que você conhece pessoalmente e que precisam de um toque da mão de Deus para cura.

Está ficando tarde aqui na Califórnia e vou apenas agradecer a todos por suas orações e seu apoio. Temos um longo caminho a percorrer com o fundo para construção e estamos esperando para ver como Deus vai levar você a participar no levantamento dos fundos e na alimentação dos pobres e na apresentação do Messias judeu ao povo judeu de uma maneira judaica.

Bênçãos a todos vocês,

Joseph Shulam

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Lista de Oração de Jerusalém, 28 de junho, 2012.


VISITE ISRAEL COM JOSEPH SHULAM



Por: Joseph Shulam – De: Nashville, Tennessee, EUA

Minha viagem está progredindo bem. As Congregações coreanas em Nova Jersey e em Springfield, Virgina, têm sido maravilhosamente hospitaleiras e acolhedoras e generosas para comigo e com o Netivyah. É realmente uma obra de Deus ver a atitude séria destas congregações para com a Palavra de Deus e para com Israel. Este amor bastante novo encontrado por Israel e pelo povo judeu é um verdadeiro fenômeno mundial, e tem tão fortes raízes e ensinamentos bíblicos. Essencialmente, é uma continuação do Movimento de Restauração, que começou no início do século XIX. Falando em generalidades, o Movimento de Restauração no Ocidente perdeu o vapor e de fato está falhando e secando, mas na Ásia e na América do Sul está apenas agora começando a pegar vapor e seguir em frente. Este fenômeno pode ser conectado com o Anjo do Oriente mencionado em Apocalipse, capítulo sete. É de certa forma inexplicável como os cristãos da Ásia anseiam tanto em participar da restauração de suas igrejas e, ao mesmo tempo participar da Restauração de Israel de volta à Terra. Não é possível, em minha opinião, restaurar a igreja do primeiro século, suas idéias, conceitos, atitudes, ensinamentos e benevolência, sem um de seus principais ingredientes – o povo judeu. Eu sei exatamente de onde a atitude negativa em relação a Israel e ao povo judeu está vindo e com certeza ela não vem da Palavra de Deus. Uma vez eu tinha um pôster no meu escritório que dizia: “Existem judeus no céu. Se você não gosta de judeus você sempre pode ir para outro lugar. Eu ainda não cheguei à metade da minha viagem neste verão, mas já dei, pelo menos, quarenta palestras e aulas, e até mesmo muitas horas a mais de apenas compartilhar e falar sobre a obra do Senhor em Israel. Digo isso apenas com a finalidade de mostrar que ainda há uma grande multidão de pessoas no Ocidente que têm um verdadeiro interesse e fome de conhecer Deus e Sua Palavra. Na noite passada estive em uma congregação em Middle Tennessee que ligou e me convidou para vir e ensinar, como se diz, de improviso, apenas 24 horas antes. Eles receberam muito bem a mim, e a família do meu filho e o ensino também. Preciso de suas orações para a próxima semana. A Universidade em que me formei em Nashville me convidou para ensinar e falar em sua conferência de verão. Este é um grande desafio porque o cenário em Nashville não foi tão amigável para com Israel. Preciso de suas orações para esta conferência de celebração de verão em Nashville.

De Nashville, irei para a Geórgia, ensinar na Igreja Central em Valdosta. Eu não estive nessa igreja desde 1963, e é muito agradável visitar lá depois de tanto tempo, embora a maioria das pessoas que me lembro de lá, já foram estar com o Senhor. Há ainda alguns colegas da década de 1960.

Por favor, continuem a orar por Danah, Márcia e Noaam que estão na Califórnia agora. Todas as três precisam de uma bênção e toque divinos para sua saúde e muito mais.

Continuem a orar pelos mesmos enfermos da lista da semana passada.

Orem pelo Netivyah e pelos desafios de arrecadar fundos para o programa de construção, pelo programa de Distribuição de Alimentos, pelos jovens e maravilhosos líderes do Netivyah e, pela Congregação Roeh Israel. Precisamos de um avanço em todos esses aspectos e como disse o salmista: “Se o Senhor não edificar a casa, em vão trabalham os que a edificam. A menos que o Senhor guarde a cidade, a sentinela vigia em vão”. A importância do começo e término desse projeto de construção é muito grande para todos os discípulos de Yeshua em Israel, e significa muito mais do apenas um edifício. Trata-se de liberdade e democracia e direitos civis na cidade de Jerusalém e na terra de Israel. Precisamos de suas orações e de seu apoio para isso.

Por favor, visite o nosso site e veja o que você pode encontrar e aprender de: www.netivyah.org

A agitação social em Israel tomou uma virada violenta na última semana. Agitação social descontrolada é o que levou o Egito, Líbia, Tunísia, e em breve levará a Síria para baixo. Israel está enfrentando alguns problemas sociais muito graves que estão enraizados em dois problemas maiores, as questões econômicas, e a questão dos judeus ortodoxos que têm derramado sangue no país e não servindo no exército e não trabalhando e pagando impostos. O governo de Israel precisa de sabedoria para saber o que fazer com esses problemas muito antigos e muito complicados. Estes não são problemas novos, mas eles são ressuscitados agora, com a agitação social e isso cria uma panela fervendo que pode facilmente transbordar a qualquer momento. Ore por Israel!

Deus abençoe a todos e, por favor, continuem orando pelo Netivyah, Israel, minha família, e pela cura de todos os enfermos de nossa lista.

Joseph Shulam

segunda-feira, 25 de junho de 2012

Lista de Oração de Jerusalém, 22 de junho, 2012


Por Joseph Shulam

Tenho ensinado há mais de duas semanas na Finlândia, em Nova Jersey, Nova York, e agora em Springfield, Virgínia. Desenvolvi um tema principal para este Verão como faço todos os anos, mas este ano ele é baseado nos primeiros capítulos de Gênesis. Os rabinos dizem que se alguém pudesse entender os quatro primeiros capítulos de Gênesis poderia desvendar os segredos do universo. Isso pode ser uma hipérbole clássica rabínica, todavia esses capítulos têm algumas das questões fundamentais que a humanidade enfrenta até hoje. Apenas algumas idéias que surgem a partir de uma análise mais profunda do primeiro versículo de Gênesis:
1)  O mundo tem um começo. Portanto, ele tem um principiante. Por isso, tem um mestre, um proprietário.
2)      Qualquer coisa que tenha um começo é muito provável que tenha também um fim. Nosso mundo não é perpétuo ou um mundo auto-iniciado.
3)      Não só a terra é criação de Deus, mas também todo o sistema solar (o sol, a lua, e as estrelas).
4)      Nada é acidental na criação de Deus. Tudo tem a sua finalidade de acordo com o plano de Deus. Este princípio é verdadeiro desde a menor célula ou ameba ao maior dos animais que andam ou nadam na face desta terra.
5)      Deus criou o homem e a mulher, e Ele não comete erros.
6)      O homem pode vencer o pecado e controlá-lo, se quiser ter vitória sobre ele. (Veja Gen 4:4-9)
7)      A primeira instituição que Deus criou foi o casamento entre um homem e uma mulher. Esta é a célula mais elementar da sociedade humana.
8)    O pecado sempre tem conseqüência mesmo em um mundo onde a misericórdia de Deus é estendida. A misericórdia de Deus é vista na história de Gênesis em seu trato com Adão e Eva, em seu trato com Caim, e em seu trato com Noé e sua família.
9)      O homem foi criado para trabalhar e cuidar do mundo de Deus, mesmo antes das punições após o pecado de Adão e Eva. (Veja Gênesis 2:15)
10)   Deus estabeleceu a ordem dos tempos e as estações de acordo com o Seu plano da criação que é de seis dias para trabalhar e descansar no sétimo.

Todos os itens acima e muito mais são alguns dos pontos que aprendo e ensino nos primeiros capítulos de Gênesis. Até agora, esses ensinamentos foram muito bem sucedidos na Finlândia, em Nova Jersey, em Nova York, e agora na Virgínia. Peço-lhes que orem por este verão. Estou viajando desde o dia 04 de junho e ainda tenho muitas milhas a percorrer. Oro pela bênção do Senhor sobre esta viagem, porque embora eu não esteja pedindo dinheiro diretamente e apenas fazendo o meu melhor no ensino da Palavra de Deus, estou pedindo ao Senhor para tocar o coração de alguém para contribuir com uma oferta financeira significativa para o projeto de construção em Jerusalém. Sei que Deus tem abençoado o Seu povo com a capacidade de fazer grandes coisas por Jerusalém, e sei que agora mesmo Ele está batendo no coração de alguém para fazer algo grande pelo Reino e por Jerusalém.

Por favor, continuem orando pelo projeto de construção. O progresso é semanal e o tempo que precisamos para iniciar está se aproximando rapidamente. Há um limite de tempo para as licenças de construção. Temos um ano a partir da data do recebimento das licenças de construção para começar a construir e temos dois anos para terminar o prédio.

Continuem orando pelas pessoas que estão doentes e precisam da cura de Deus. A lista é a mesma da semana passada: Ahuva, Leah, Ilana, Sarit, Sara, Zvi, Tatiana, Neria, Márcia, Tim Tucker, Ishiida San, Tomoko San, Sadako San, Liz na Géorgia, e Paulo. Precisamos orar especialmente por Udi por uma cirurgia bem sucedida na próxima semana e por cura.

Devemos orar também por Ruby, pois sua mãe faleceu na semana passada com a idade de 101 anos. É sempre difícil quando parentes próximos partem e Ruby precisa de nossas orações e também de um milagre de cura do Senhor. Por favor, continuem a orar por todos os irmãos enfermos de nossa lista e de sua lista particular também.

Por favor, continuem a orar também por Danah, Márcia e Noaam, que estão na Califórnia e que necessitam de uma bênção de Deus para poderem enfrentar as lutas sendo fortalecidas por Ele e que tenham trabalho e os recursos que elas precisam para viver uma vida plena e frutífera no Senhor. Márcia está hospedada na Califórnia onde ficará o verão inteiro para ajudar Danah e Noaam. Ela precisa ser fortalecida física e emocionalmente para ter condições de ajudar nossas maravilhosas filha e neta durante este verão.  Se o Senhor quiser estarei com elas em julho por um curto período de tempo e estaremos juntos novamente em agosto antes de eu voar para o Brasil e Espanha. 

No Brasil, vamos inaugurar o primeiro museu da Inquisição nas Américas. A Inquisição Espanhola e a Portuguesa são um ponto escuro na história da Europa e das Américas e especialmente negro para a Igreja Católica, embora depois dos últimos dois séculos, os protestantes também não são exatamente como “fada madrinha”. Este é um evento importante e precisamos de sua oração e apoio para este Museu, porque Marcelo colocou a maior parte do dinheiro para esse mega projeto de recursos próprios. Se você quiser contribuir para este museu você pode acessar o nosso site www.anussim.org.br 

Bem, tenho que me levantar e ir ensinar novamente. Por favor, orem por mim e por minha família, e pelo trabalho do Netivyah em Jerusalém, por Yuda, Daniel, Oleg, Ludmila, Ana, e todos os que estão trabalhando no ministério Netivyah para o Reino de Deus. Além disso, orem pela Congregação Roeh Israel neste tempo – precisamos das mãos misericordiosas de Deus para tocar em todos nós.

Que Deus abençoe a todos,

Joseph Shulam